O que o Sol faz com as Flores

Este ano, a autora Rupi Kaur, que vendeu mais de 100 mil exemplares no Brasil com o livro “Outros Jeitos de Usar a Boca” retornou com sua nova obra, o livro “O que o Sol faz com as Flores”. Esta não é apenas um conjunto de poemas, mas também um ato de resistência de uma mulher.

Neste livro, a autora trata sobre o crescimento e a cura, a ancestralidade e honrar suas raízes, expatriação e o amadurecimento até encontrar um lar dentro de você. São 5 capítulos associados a vida de uma flor: murchar, cair, enraizar, crescer e florescer, que tem muito a nos ensinar. Todas as ilustrações da obra também foram feitas pela autora.

“O Universo não economizou em você

te esculpiou e ofertou ao mundo

algo diferente de todas as pessoas

quando você duvida

de como foi criado

você duvida de uma energia maior do que nós dois

– Insubstituível” (página 197)

Anúncios

Nossa Música

A escritora Dani Atkins, autora de obras famosas como Uma Curva no Tempo e A História de Nós Dois volta com mais um romance comovente, a obra “Nossa Música”, publicado em 2017, e que é a nossa Dica Literária dessa semana.

Na história, Ally e Charlotte poderiam ter sido amigas, se não fosse por um detalhe: um moço chamado David. Ally se apaixona por ele, porém ele se casa com Charlotte. Oito anos depois do último encontro, o destino reserva uma surpresa, as duas se reencontraram na sala de espera de um hospital, temendo pela vida de seus maridos. Assim, elas precisarão superar o passado.

O livro traz questões importantes a serem tratadas, como a complexidade das relações entre as pessoas e a força que amores e amizades têm sob nossas vidas. Se você gosta de romance, vale a pena conferir!

O Boneco de Neve

O autor norueguês Jo Nesbo é referência no gênero suspense policial. Mas sua obra mais famosa, que inclusive foi adaptado para o cinema, é o livro O Boneco de Neve e que hoje é a nossa Dica Literária. Este é o sétimo livro que traz o detetive Harry Hole como personagem principal.

Na história, o detetive Hole precisa investigar um serial killer em Oslo que mata mulheres. De início, os assassinatos aparentam não ter muita relação e acontecem todos os primeiros dias de inverno do ano. As mulheres desaparecem logo após um boneco de neve aparecer nos jardins de suas casas. A caçada ao responsável pelos assassinatos se desenrola, enquanto o detetive precisar lidar com diversos problemas pessoais.

O filme O Boneco de Neve foi lançado em novembro de 2017 e tem direção de Tomas Alfredson. Interpretando o detetive Harry Hole, está o ator Michael Fassbender. Jo Nesbo, inclusive, faz uma participação no filme.

O Silêncio das Montanhas

Após os sucessos dos livros “O Caçador de Pipas” e “A Cidade do Sol”, o autor afegão Khaled Hosseini retorna com mais uma obra: O Silêncio das Montanhas. O livro trata sobre as separações que ocorrem ao longo de nossas vidas e como nossas escolhas podem interferir no futuro de outras pessoas. E mais uma vez o autor demonstra porque é um dos mais queridos entre os leitores.

Na história, Pari e Abdullah são dois irmãos que vivem com o pai e a madrasta na cidade de Shadbagh, Afeganistão, porém, logo na infância, devido a crueldade e a miséria, as crianças são separadas, Pari foi vendida para um casal. Paralelamente, ao longo de nove capítulos, o livro conta histórias de personagens que de alguma maneira relacionam-se com os protagonistas, em diferentes lugares do mundo e situações. Toda a trama se passa sob acontecimentos marcantes para o país, especialmente as guerras.

Posso resumir numa palavra: guerra. Ou melhor, guerras. Não uma, nem duas, mas muitas guerras, tanto grandes como pequenas, justas e injustas, guerras entre diversas castas de supostos heróis e vilões, e cada herói nos fazendo sentir mais saudade do antigo vilão. (p. 110)

A forma de escrever de Hosseini é fascinante. Mesmo os mais durões acabam se rendendo aos belíssimos enredos e as grandes lições que o autor sempre insiste em trazer.

Caleidoscópio

A dica literária de hoje é o livro Caleidoscópio, uma das mais de 60 obras que a autora americana, responsável por romances bem dramáticos, Danielle Steel, possui. Publicado em 1987, é o tipo de produção que faz o leitor se emocionar e se comover com a história das personagens.

No livro, as irmãs Hilary, Alexandra e Megan ficam órfãs depois de uma tragédia familiar. Sem nenhum parente próximo que possa cuidar, elas ficam sob os cuidados de Arthur, um amigo de seus pais e ele então as manda para uma tia distante, cruel e bêbada que só está interessada no dinheiro que ganhará com as meninas. Após um tempo, acaba entregando Alexandra e Megan para a adoção e as pequenas acabam sendo adotadas por casais distintos e recebendo criações diferentes. As menores crescem rodeadas de amor e a mais velha sofre diferentes tipos de abuso. Mas após 30 anos, elas se reenconram e segredos do passado são revelados.

[…] – Amo você, Axie… Amo você, Megan… Amo vocês… – Sua voz se transformou num soluço enquanto ficava ali parada no meio da rua, acenando para o carro, até que ele dobrou uma esquina e desapareceu, levando consigo toda sua vida. […]

O Colecionador de Memórias

“Quando se trata de lembranças, há três categorias: coisas que quero esquecer, coisas que não consigo esquecer e coisas que esqueci que havia esquecido, até me lembrar delas.”

Depois de Ps: Eu te amo e O Presente, Cecelia Ahern traz mais um romance, o livro O Colecionador de Memórias para os leitores. Nesta obra, a autora traz um assunto muitas vezes polêmico, a relação entre pai e filha, narrado na perspectiva de dois personagens, com capítulos intercalados entre eles, em primeira pessoa.

Na história, um dia Sabrina Boggs tropeça em uma coleção de bolinhas de gude que pertencia ao seu pai. Dessa maneira, ela percebe que não sabe muitas coisas sobre o homem que foi sua inspiração. Assim, ela tem 24 horas para descobrir os segredos que ele esconde. E esse dia ficará marcado para sempre.

O Colecionador de Memórias é uma jornada de redescobrimento pessoal e de autoaceitação. De reencontros, de superação e de mudanças. Não só para os personagens, mas também para os leitores.

Minha Vida (não tão) Perfeita

A autora de “Os Delírios de Consumo de Becky Bloomwood” Sophia Kinsella retorna com mais um sucesso, o livro “Minha Vida (não tão) Perfeita”, lançado em 2017. Por meio de uma linguagem leve e divertida, a autora traz uma crítica social a um problema muito recorrente na modernidade: a fixação por aparentar uma vida que não condiz com a realidade nas redes sociais.

Na história, Kattie Brenner, ou Cat como prefere ser chamada, é uma mulher de 26 anos que vive em seu glamuroso flat em Londres e tem um emprego em uma glamurosa agência de publicidade. Isso segundo o seu Instagram. Mas na realidade, mora em um pequeno cubículo extremamente apertado e seu orçamento mal dá para pagar as contas. Porém Cat é demitida de seu emprego e precisa retornar às suas origens, a fazenda onde seu pai mora.

Diferente do que possa ser imagina, em nenhum momento a autora julga as pessoas que gostam de praticar extravagâncias em suas páginas. Mas ela trabalha a aceitação e a ajudar o leitor a acreditar que pode muito além daquilo que imagina.