MASP

Em 1947, o empresário Assis Chateaubriand fundou o primeiro museu moderno do país, conhecido como Museu de Arte de São Paulo, o MASP. Este é o mais importante acervo de arte europeia do Hemisfério Sul, com mais de 10 mil obras, como pinturas, esculturas, objetos, fotografias, vídeos e vestuários de períodos diversos e diferentes lugares, como Europa, Ásia, África e América.

Além da mostra de longa duração, o museu traz durante o ano, uma programação de exposições temáticas. Em 2017, tivemos “A História da Sexualidade”, em 2018 está acontecendo “Histórias Afro-atlânticas” e em 2019 será “As histórias feministas/histórias das mulheres”.

O MASP é parada obrigatória para turistas e moradores de São Paulo. Localizado na avenida mais importante da cidade, a avenida Paulista, o local é também um importante ponto de encontro de muitos jovens e famílias.

Exposição Histórias Afro-atlânticas

Está em cartaz no MASP a Exposição Histórias Afro-atlânticas até o dia 21 de outubro. São 450 trabalhos de 214 artistas, do século 16 ao século 21. O Brasil recebeu aproximadamente cerca de 46% dos 11 milhões de africanos que desembarcaram neste lado do atlântico durante 300 anos e este acontecimento, associado ao fato de que este foi o último país a abolir a escravidão mercantil transformaram o Brasil em um país com fortes culturas africanas e é este o objetivo da exposição, mostrar a trajetória afro-atlântica para que o visitantes conheçam mais dessa cultura tão fascinante.

Endereço do MASP:

Av. Paulista, 1578 – São Paulo – SP

Horários:

Ter-dom: 10h às 18h (bilheteria aberta até 17h30)
Qui: 10h-20h (bilheteria aberta até 19h30)
Seg: fechado

Anúncios

Exposição Pós-Impressionista

Até o dia 7 de julho, o Centro Cultural Banco do Brasil estará exibindo a exposição “O Triunfo da Cor” com 75 obras do Musée d’Orsay e do Musée de l’Orangerie, ambos com sede a Paris. Além de Van Gogh, o evento também traz obras de outros importantes nomes, como Gauguin, Toulouse-Lautrec,Cézanne, Seurat e Matisse. São, ao todo, 32 artistas.

Para visitar a exposição, é necessário realizar um agendamento gratuito por meio do site https://www.ingressorapido.com.br/ ou pelo aplicativo do CCBB.

O que? Exposição Pós-Impressionista

Quando? Até o dia 7 de julho

Onde? No Centro Cultural Banco do Brasil – Rua Álvares Penteado, 112 – Centro, São Paulo – SP, 01012-000gif-van-gogh-eyes 

Sebastião Salgado – Perfume de Sonho

O café é o ganha-pão de aproximadamente 25 milhões de pessoas em 42 países. E foi para estas pessoas, donos de pequenas propriedades e trabalhadores de grandes plantações, que dediquei minha atenção fotografando-os na América Latina, na África e na Ásia. Para estes trabalhadores café e vida são coisas inseparáveis. E tem sido assim há séculos, ao longo de gerações. O café define as estações do ano, o ritmo do trabalho, sua renda, seu bem-estar”

Sebastião Salgado.

O Instituto Tomie Ohtake está com a exposição Sebastião Salgado – Perfume de Sonho – Uma Viagem ao Mundo do Café em cartaz até o dia oito de maio. A entrada é gratuita e o instituto funciona de terça a domingo, das 11h às 20h.

Nesta exposição, é possível contemplar 80 fotografias realizadas entre 2002 e 2014 em plantações de café de 10 países: Brasil, Índia, Indonésia, Etiópia, Guatemala, Colômbia, China, Costa Rica, El Salvador e Tanzânia. São fotografias extremamente artísticas e informativas, que impressionam pela beleza e pela riqueza de detalhes.

Sebastião Salgado é um dos principais fotógrafos da atualidade. Nascido no estado de Minas Gerais, trabalhou como fotojornalista em importantes agências, como a Magnum e a Sygma e Gamma e publicou 12 livros com suas fotografias.

Quando? Até o dia 8 de maio

Onde? Instituto Tomie Ohtake – Av. Brigadeiro Faria Lima, 201 (Entrada pela R. Coropés,88)
Pinheiros – São Paulo- SP

Horário de Funcionamento? De terça a domingo, das 11h às 20h

 

Exposição Mondrian e o Movimento De Stijl

O Centro Cultural Banco do Brasil está promovendo até o dia quatro de abril uma exposição com 60 obras do movimento da vanguarda moderna holandesa, conhecido como De Stijl. São pinturas, desenhos de arquitetura, mobiliário e fotografias, que totalizam 60 obras. O principal ícone do movimento é o famoso pintor neerlandês Piet Mondrian.

As obras são feitas com cores primárias para dar a sensação de serem claras e limpas. O objetivo é passar a imagem de como os artistas imaginavam o futuro.

Para melhor compreensão, o CCBB sugere iniciar a visitação pelo subsolo do local.

  • Quando? Até 04 de abril, de quarta a segunda, das 9h às 21h.
  • Onde? Centro Cultural Banco do Brasil
  • Quanto? Entrada Franca

462 Fotos Mostram a Beleza Encontrada no Caos Paulistano

Nesta segunda, São Paulo comemora seus 462 anos. E para homenagear essa cidade tão miscigenada, de tantas qualidades, foi criada a exposição “A beleza encontrada no caos”.

O evento acontece na Vila Madalena, ao lado do Beco do Batman, e reúne 462 imagens de fotógrafos profissionais e amadores.

Além do intuito de mostrar a beleza que existe em São Paulo, a intenção é também lançar a primeira galeria colaborativa de fotografia, criada pela Phooto em parceria com o Catraca Livre.

Qualquer pessoa pode enviar suas fotografias, por meio do Tumblr http://belezanocaos.tumblr.com/

Exposição: A beleza encontrada no caos

Data: a partir de 23/01, com duração de cerca de 2 meses

Horário: 13 às 19 horas

Entrada: gratuita

*Foto enviada pela participante Danira Tavares no dia 21 de janeiro de 2016

Exposição ComCiência

Está aberta até o dia 4 de janeiro, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), a exposição ComCiência da artista australiana Patricia Piccinini. A mostra exibe esculturas de criaturas “estranhas”, feitas a partir de pesquisas de biotecnologia e engenharia genética.

A exposição possui 25 esculturas, que têm o objetivo de fazer o espectador refletir sobre o mundo contemporâneo, os avanços da ciência e os limites éticos e morais estabelecidos e se são respeitados. Os visitantes terão experiências de sentidos, possibilitando ir além da percepção visual.

Quanto: Grátis

Onde: CCBB – Rua Álvares Penteado, 112

Quando: Até o dia 04/01 de segundas, quartas, quintas, sextas, sábados e domingos das 09:00 às 21:00

Exposição Frida Kahlo

O Instituto Tomie Ohtake vai receber até o dia 10 de janeiro a exposição Frida Kahlo – conexões entre mulheres surrealistas no México”. O local, que já foi sede para exposições como a de Salvador Dalí e Joan Mirfrida_kahlo-4-404x600ó, hospeda 20 obras da famosa artista mexicana.

Os ingressos para a exposição estão divididos em quatro períodos de visitação, são eles: das 11h as 13h; das 13h as 15h, das 15h as 17h e das 17h as 19h. Após seu período em São Paulo, o evento segue para Rio de Janeiro, em seguida para Brasília.

Frida é considerada uma artista surrealista, apesar de negar esse título. A artista dizia que não tirava inspiração para suas obras de sonhos, mas de suas próprias realidades. Suas influências vêm da arte folclórica indígena mexicana, cultura asteca, tradição artística europeia, marxismo e movimentos artísticos da vanguarda.

Quanto: R$ 10,00 inteira, R$ 5,00 meia entrada. Gratuito às terças-feiras.

Onde: Instituto Tomie Ohtake, Rua dos Coropés, 88 Pinheiros – Oeste (Próximo a estação Faria Lima do metrô)

Data: Até o dia 10 de janeiro

De terça a domingo, das 11h as 20h.