Música no Vão

Todas as quintas-feiras, o Masp em parceria com a Stella Artois apresenta o evento “Música no Vão”, que consiste em apresentar shows gratuitos de bandas brasileiras, no Vão Livre do Masp. Além dos shows, a iniciativa oferece comidas e bar da Stella Artois. O intuito é resgatar uma das propostas da arquiteta Lina Bo Bardi para o lugar, o de oferecer lazer e convivência para a população.

O que? Música no Vão

Onde? Vão Livre do Masp – SP

Quando? Todas as quintas-feiras, às 20h

Quanto? Grátis

Anúncios

A Sereia – Lago dos Mortos

Está em cartaz nos cinemas o filme A Sereia – Lago dos Mortos, com direção de Svyatoslav Podgayevskiy. A produção russa é a mais nova aposta de sucesso da Paris Filmes. A obra foi inspirada no clássico da Disney “A Pequena Sereia”.

No filme, uma sereia macabra se apaixona por Roman, que é noivo de Marina. Para ter o que quer, a sereia prende o homem em seu Reino submerso e dessa forma o mantém longe de sua amada. Assim, Marina só tem uma semana para enfrentar o seu medo do oceano, lutar com monstros e se manter viva e na forma humana.

Svyatoslav já é conhecido do público fã de filmes de terror. O diretor também é responsável pelos filmes A Dama do Espelho, lançado em 2015, e A Noiva, lançado em 2017 nos cinemas brasileiros.

O Pai da Menina Morta

O autor Tiago Ferro compartilhou seu luto com o público em sua obra “O Pai da Menina Morta”, nossa Dica Literária de hoje. Tiago perdeu sua filha de oito anos, Manu, vítima de complicações decorrentes de uma gripe Influenza B, na época de um surto do tipo mais agressivo da gripe, a H1N1. A história tomou grandes proporções, o que obrigou o pai a se pronunciar, primeio por meio de post´s no Facebook e um mês após o ocorrido, por meio do comovente texto “Não era mais terça-feira, mas também não era quarta”, foi publicado na revista Piauí.

Após dois anos da morte, Tiago escreveu a ficção. Na obra, todos os personagens não tem nome, com exceção da mãe Lina. Alguns aparecem denonimados com a inicial, outros com o papel que desempenham na história, como “Minha filha” e “Minha outra filha”. O autor descreve todo seu momento de perda de rumo, muitas vezes não conseguindo nem definir sua identidade, se tornando apenas o pai da menina morta.

Em algumas entrevistas, o autor disse que o livro foi escrito na transição do momento mais agudo da dor para a reconexão, uma readaptação ao mundo exterior. Com o formato de um diário, ele nos apresenta o passado, o presente e o futuro sob sua perspectiva.

A maravilhosa região dos Lagos no RJ

O fim do verão se aproxima e com isso, os dias de sol intenso diminuem e torna os passeios ao ar livre mais agradáveis e menos desgastantes, por consequencia do calor. O estado do Rio de Janeiro é internacionalemente conhecido pelas belas paisagens tropicais, cheias de mar, areia branca e as típicas brisas das areas litorâneas.

A dica de viagem desta edição são os destinos que formam a região dos Lagos. Os municipios de Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Araruama, Cabo Frio, São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande, e Saquarema, que oferecem mar cristalino de aguas frias, areia branca e toda tranquilidade que se exige para curtir lindas praias.

As famosas Armação de Búzios, Arraial do Cabo e Cabo Frio são disputadas no verão, devido a suas belezas naturais e praias paradisiacas, dignas de comparação as também famosas praias do Caribe. Entre as três, Búzios é onde de encontra maior estrutura e qualidade nos serviços, além de lindas embarcações atracadas, um luxo só! A dica para Búzios é conhecer as praias Azeda e Azedinha, as mais lindas da cidade. Há também a praia da Ferradura, ambas são pequenas e a faixa de areia bem curta, ideal para passear com crianças, já que as ondas do mar quase não chegam por lá. Búzios tem uma vida noturna bem agitada e com ótimas opções de gastronomia, que podem ser encontradas facilmente na Rua das Pedras.

Cabo Frio oferece lindas praias, por lá se encontram dunas de areia branca que podem chegar a 30 metros de altura na Praia das Dunas. Para as famílias, um dos melhores locais com muitas opções de gastronomia a beira mar é a Praia do Forte, por lá se encontra grande variedade de bares, restaurantes e grande quantidade de serviços. Para os naturistas, a praia Brava é ideal, muitos praticantes gostam de curtir o sol e mar por lá.

Arraial do Cabo é onde se encontra as praias mais lindas da Região dos Lagos, alguns arriscam afirmar que as praias de Arraial estão entre as mais lindas do Brasil e tal mérito não é em vão, o lugar é realmente especial. Pontal do Atalaia é aquela famosa praia que pode ser acessada pela longa e famosa escadaria de madeira, que garante além de deliciosos momentos, lindas fotos para relembrar. A Praia do Farol é outro ponto imperdível de Arraial, o acesso é por meio de barcos que são encontrados com facilidade para realizar o passeio e a chegada a praia é mágica, a sensação é de estar atracando no paraíso. Ao chegar por lá fique atento ao mar, golfinhos, tartarugas, arraias e baleias podem surgir e tornar a viagem ainda mais especial!

Exposição Mickey 90 anos

Até o dia 21 de abril, o Ministério da Cidadania e o Bradesco Seguros, com o apoio da Faber Castell e da CVC, exibem a exposição Mickey 90 anos, para celebrar a primeira aparição do personagem mais querido e mais famoso do mundo, que aconteceu há 90 anos atrás. O evento acontece no Shopping JK Iguatemi, em São Paulo, no Espaço Iguatemi, localizado no 3º piso. Pela primeira vez no Brasil, Mickey Mouse ganha uma exposição totalmente voltada para ele. São 12 ambientes imersivos e uma loja, em uma área de 840 m².

A loja, instalada ao final da exposição, oferece diversas opções de produtos licenciados, como peças de decoração e vestuário. Tudo confeccionado à mão pelas artesãs da orientavida, que estarão na loja produzindo pelúcias personalizadas para os visitantes. Os valores arrecadados serão revertidos para a ONG, que tem como missão solucionar a vulnerabilidade de mulheres e famílias de baixa renda por meio de capacitação de mão de obra feminina.

Data: 18 de janeiro a 21 de abril
Local: JK Iguatemi, 3º piso, Espaço de Eventos
Horários: de terça a sexta-feira  (das 14h às 22 horas – entrada para a última sessão às 21:00)
Sábados (das 10h às 22 horas – entrada para a última sessão às 21:00)
Domingos (das 11h às 21 horas entrada para a última sessão às 20:00)
Preços: De terça a quinta-feira
Ingresso inteira: R$35
Meia entrada: R$17,50
Sexta-feira, sábado e domingo
Ingresso inteira: R$45
Meia entrada: R$22,50

Adquira seu ingresso aqui ou compre na bilheteria.

A favorita

Baseado em fatos reais, o filme A favorita é a nossa Dica de Cinema de hoje, que estreou nos cinemas brasileiros no dia 24 de janeiro deste ano. Esta é uma verdadeira obra prima e traz em seu elenco duas indicadas ao Oscar, as atrizes Rachel Weisz e a atriz Emma Stone.

O filme se passa na Inglaterra do século XVIII. A duquesa de Marlborough Sarah Churchill (Rachel Weisz) tem grande influência na corte: ela é conselheira, confidente e amante secreta da rainha Ana (Olivia Colman). Porém a chegada de Abigail (Emma Stone), a nova criada e prima de Sarah, mostra-se uma ameaça, já que a funcionária se torna a queridinha da majestade.

A obra promete grandes risadas ao público, porém por trás das sátiras, o diretoe Yorgos Lanthimos propõe uma reflexão. Será que no lugar das personagens, não faríamos o mesmo? O poder e a força feminina também são elementos que devem ser observados na trama. Que tal correr para o cinema?

Quarto de Despejo – Diário de uma Favelada

A Dica Literária de hoje é o livro Quarto de Despejo – Diário de uma Favelada, da escritora Carolina Maria de Jesus. Diferente de muitos livros que tratam sobre o cotidiano das favelas brasileiras, nesta obra, a autora é uma moradora da antiga favela do Canindé, em São Paulo. Além de escritora, ela também é catadora de sucatas, negra, pobre e mãe.

Trata-se de um diário que relata e denuncia a violência, miséria e a fome. Carolina escreveu em 20 cadernos (encontrados por meio de suas andanças em busca de sustento para os filhos – João José, José Carlos e Vera Eunice) sua história e sua visão diante da vida. O leitor é cativado pela sensibilidade que a autora possui e descreve as situações vivenciadas.

Quarto de Despejo é uma obra atemporal. Por mais que tenha sido escrita há alguns anos, a realidade das favelas não mudou muito desde 1950. Traduzida para 13 línguas, o livro se tornou objeto de estudo.