Conferência Internacional sobre Sustentabilidade

Nos dias 19, 20 e 21 de janeiro deste ano, em Niterói, no Rio de Janeiro, vai acontecer a Conferência Internacional sobre Sustentabilidade Ambiental, Cultural, Econômica e Social. O evento será realizado no Núcleo de Estudos em Gerenciamento de Água e Biomassa – NAB da Universidade Federal Fluminense – UFF. Este é um dos mais importantes eventos internacionais da sustentabilidade.

A conferência foi organizada de duas formas: em sessões plenárias e sessões paralelas. As sessões plenárias acontecerão no auditório do NAB e as sessões paralelas, no Instituto de Computação, vizinho ao NAB. Neste evento, que tem como tema “Caminhos para Sustentabilidade: Desafios e Oportunidades para o Estado e a Sociedade”, diversos pesquisadores apresentarão trabalhos em formato de workshops / sessões interativas, posters / exposições, colóquios, ou palestras relâmpago (lightning talks) virtuais.

Mais informações, acesse: http://www.uff.br/?q=events/conferencia-internacional-em-sustentabilidade-ambiental-economica-social-e-cultural/

Árvore de natal reciclável

Já estamos na época de montar a árvore-de-natal e enchê-la de enfeites e presentes. Mas por que não inovar este ano? Separamos três dicas de árvores inusitadas para você!

Confira:

1 – Árvore de lâmpadas

Essa é uma opção para aqueles que tem lâmpadas incandescentes encostadas, sem serem utilizadas. Elas podem ser coladas com superbonder, em formato de árvore.

2 – Árvore de folhas de livros

Cole as folhas antigas na parede, em formato de árvore, como mostra a foto. Caso queira, meça para que a árvore fique correta. Existe a possibilidade de pintar as páginas também, se preferir.

3 – Árvore de livros

Essa é típica. Organize os livros no chão, um em cima do outro. Você pode enfeitá-la com luzes pisca-pisca.

Gaste pouco e tenha uma decoração linda!

Descarte Correto de Pilhas e Baterias

Quando as pilhas e baterias sofrem deformações, elas passam a serem nocivas para a saúde humana e podem causar até câncer e má formação. Isso ocorre pois na composição de pilhas e baterias é possível encontrar metais pesados que podem ser extremamente prejudiciais à saúde, como cádmio, chumbo e mercúrios e por isso o descarte correto é tão importante.

Portanto, quando ocorrer deformação, separe o lixo tóxico do lixo comum para facilitar o armazenamento nos aterros sanitários. Além disso, existem empresas que oferecem pontos de coletas, onde esse material é encaminhado para empresas que possuem a documentação necessária para realizar a reciclagem.

Esse material também pode ser entregue aos estabelecimentos que os comercializa ou às redes de assistência técnica autorizadas pelas respectivas indústrias.

Descarte Correto de Cosméticos

O Brasil é um dos principais consumidores de cosméticos, de maquiagens a tinta de cabelo, do mundo. Muitas pessoas acabam comprando produtos a mais, que não são utilizados, e que acabam perdendo sua validade. Mas como realizar o descarte devido quando isso acontece?

Normalmente, joga-se direto no lixo ou pelo ralo, mas isso pode gerar a contaminação de mananciais e outras fontes importantes do meio ambiente, pois muitos desses produtos possuem elementos químicos em suas composições.

Em caso de vencimento, aconselha-se jogar os produtos em lixos orgânicos. Já as embalagens devem ser bem limpas e descartadas nas devidas lixeiras recicláveis. Além disso, as marcas Avon, Risqué e MAC também tem projetos de coletas de materiais.

Brigada de Maquiagem e Esmalte – Avon
Em parceria com a TerraCycle, a Avon criou um programa para coletar embalagens e resíduos de maquiagem e esmaltes de qualquer marca. A participação é gratuita e aberta a todo território nacional. Basta se cadastrar no site, imprimir uma etiqueta pré-paga pela organização e levar o pacote a uma agência dos Correios. A quantidade mínima para envio são 30 unidades. Podem ser enviados: embalagens de maquiagem de plástico ou papel, tubos e frascos de maquiagem, vidros de esmaltes, pincéis e esponjas de maquiagem e estojos de maquiagem em geral.

Coletor de Esmaltes – Risqué
Quem for à loja Ikesaki, especializada em cosméticos, no bairro da Liberdade, em São Paulo, vai encontrar um coletor da Risqué em formato de um vidro de esmalte gigante. É nesse local que esmaltes de qualquer marca podem ser descartados. Quando recolhidos eles vão parar na indústria de cimento como fonte de energia.

Back to M.A.C
A grife de maquiagem tem um programa de incentivo à reciclagem em que os clientes podem trocar seis embalagens de plástico de produtos da marca, sem resíduos, por um batom. Basta levar as embalagens até uma das lojas da marca. Não participam da ação os batons das linhas Viva Glam e Pro Longwear.

Fonte: http://www.ecodesenvolvimento.org/posts/2013/julho/cosmeticos-vencidos-conheca-dicas-e-empresas-que?tag=moda-e-beleza

Animais em Extinção no Brasil

O Brasil possui uma grande biodiversidade. Mas muitas espécies de animais existentes apenas aqui, podem desaparecer em questão de anos.

Confira algumas delas:

Ararajuba

Esta ave nas cores da bandeira do Brasil só existe na Amazônia e tem sofrido com o tráfico e o desmatamento recorrente.

Arara-azul

Por suas penas terem grande valor no mercado internacional, esta ave sofre muito com o tráfico de animais e a caça ilegal.

Ariranha

A Ariranha, que também é conhecida como lobo do rio ou lontra gigante está ameaçada de extinção devido a pesca predatória, caça ilegal e a poluição dos rios.

Baleia-franca-do-sul

Essa espécie, encontrada no litoral brasileiro, vem sofrendo com a caça, a pesca e a poluição das águas.

Gato-maracajá

Por muitas décadas, esse animal sofreu com a caça para a venda da sua pele. Além disso, o desmatamento causou a destruição de seu habitat.

Lobo-guará

Esse animal é considerado o maior mamífero canídeo nativo da América do Sul e tem sofrido também com o desmatamento e a consequente destruição de seu habitat.

Macaco-aranha

Além da destruição do seu habitat, a caça ilegal e o tráfico de animais, eles tem sofrido também com a construção de hidrelétricas, rodovias e linhas de transmissão.

Mico-leão-dourado

Essa espécie sofreu durante décadas com o desmatamento e a caça ilegal. Hoje em dia, só é possível encontrá-la no estado do Rio de Janeiro.

Onça-pintada

Muitos fazendeiros utilizam a caça a onça-pintada como forma de proteger seus rebanhos. Sua pele também tem grande valor no mercado internacional.

Tamanduá-bandeira

O tamanduá-bandeira vem sofrendo com desmatamento e queimadas das regiões destinadas às plantações ou criação de gado.

Obsolência Programada

Você sabe o que é Obsolência Programada?

É uma estratégia das empresas para diminuir o tempo de vida útil de determinados produtos para que eles se tornem ultrapassados em pouco tempo e o consumidor sinta a necessidade de comprar outro modelo mais novo. A justificativa usada pelas empresas é o “avanço da tecnologia”.

Os casos mais comuns acontecem com eletrônicos, eletrodomésticos e automóveis. Um exemplo é o lançamento do Ipad 4 apenas sete meses após o lançamento do Ipad 3.

Esta atividade acarreta problemas para o meio ambiente, pois com o aumento do consumo de produtos, aumenta também a produção do lixo (confira o texto sobre lixo eletrônico), o que pode resultar na contaminação do ambiente, a maior produção gera maiores gastos de energia e de matéria-prima e o aumento da emissão de poluentes.

Portanto, antes de comprar um produto novo, reflita: Você precisa realmente disso?

Aquecimento Global

O Aquecimento Global é a elevação da temperatura do planeta Terra e, consequentemente, uma série de complicações, como: furacões, secas, enchentes, extinção de animais e vegetais, derretimento dos polos, entre outros. Este fenômeno é consequência da devastação desenfreada que o homem vem causando na natureza há muitos anos.

A maioria dos cientistas climáticos acredita que o aumento da quantidade de gases estufa (gás carbônico, metano, etc) lançados na atmosfera provoca uma elevação da temperatura, a emissão desses gases (fruto do desmatamento e da queima de combustíveis fósseis) formam uma barreira impedindo que o calor se propague aumentando a temperatura da terra.

O que você pode fazer para evitar?

– Diminuir o uso de combustíveis fósseis (gasolina, diesel, querosene) e aumentar o uso de biocombustível (biodiesel) e etanol;

– Regular os automóveis frequentemente e  utilizar catalisadores nos escapamentos para evitar a queima de combustível desregulada;

– Instalação de sistemas de controle de emissão de gases poluentes nas indústrias;

– Utilizar fontes limpas renováveis;

– Usar o transporte coletivo;

– Colaborar com o sistema de coleta seletiva;

– Utilizar iluminação natural o máximo possível;

– Não praticar desmatamento e queimada em florestas;

– Uso de técnicas limpas e avançadas na agricultura para evitar emissão de carbono.

Colabore com o planeta!

 

Materiais não recicláveis

Existem alguns produtos que as pessoas pensam que são recicláveis, mas que, na verdade, pelo menos no momento, não são.

Para esclarecer essa dúvida, fizemos uma lista destes produtos.

Confira:

1 – Material E.V.A.

O e.v.a. é um material feito de petróleo e uma vez moldado, não dá para remodelar. Seu destino é o aterro sanitário e lá, demora cerca de 200 anos para se decompor.

2 – Esponja de limpeza

As esponjas de limpeza não são recicláveis. São altamente inflamáveis e quando são queimadas, produzem uma fumaça tóxica. Devem ser jogadas em lixo comum.

3 – Rolha de vinho

Em países como Itália e Portugal já existem alternativas para a reciclagem de rolhas de vinhos. No Brasil, a melhor alternativa é a doação para associações que aproveitem na produção de artesanato.

4 – Embalagem de Salgadinho e Bala

A reciclagem desses materiais existe, mas não é economicamente viável. O melhor destino é o aterro comum.

5 – Saco de cimento

O saco de cimento não é reciclável. O Papel do saco de cimento fica sujo e pode contaminar o ambiente onde é feita a reciclagem.

6 – Pote mole de iogurte

Por serem muito leves, não possuem material suficiente para tornar a reciclagem interessante.

Horta Orgânica

Plantar é uma atividade relaxante para muitas pessoas e traz resultados nutritivos, deliciosos e livres de pesticidas e fertilizantes.

Preparamos um passo a passo de como montar sua Horta Orgânica em casa!

1º passo – Preparação da terra

Revolva bem a terra para deixá-la aerada e assim as plantas aproveitarem melhor os nutrientes. Além disso, ela deve estar solta para que se possa plantar e adubar.

Dica: Prefira adubar nos meses quentes, entre setembro e março.

2º passo – Ter uma composteira

Para adubar a terra, pode-se utilizar o húmus que resulta da compostagem. Veja como fazer uma compostagem aqui.

3º passo – Escolha das plantas

Algumas plantas se adaptam melhor em determinados climas. Escolha os vegetais que se adaptam melhor a sua região. Além disso, escolha as sementes classificadas como orgânicas.

4º passo – Plantar

Plante o vegetal considerando seu modo de crescimento. Tome cuidado com as ervas daninhas que podem surgir caso haja um espaço muito grande entre as plantas.

5º passo – Regar

Regue suas plantas nos horários menos quentes do dia. Dessa forma as plantas absorvem melhor a água. Procure regar as raízes e não as flores, um ou duas vezes por semana e nos outros dias apenas molhe com pouca quantidade de água.

6º passo – Colher

A colheita deve ser feita nas horas menos quentes do dia para que a planta perca menos água.

Obs: Caso apareçam ervas daninhas, basta arrancá-las pela raiz.

Separação do lixo

Os benefícios da separação do lixo são muitos: diminuição do impacto no meio ambiente, já que reduz a retirada de matéria-prima na natureza, economia de água e energia, redução da disposição inadequada do lixo, além de ser uma forma de fonte de renda para os catadores.

Para auxiliar na reciclagem, vários estabelecimentos utilizam as lixeiras coloridas, a qual cada cor faz referência a um tipo de material. Mas muitas pessoas não sabem o significado de cada cor e quais materiais podem ser reciclados. Vamos esclarecer essas dúvidas!

Metais

O destino dos metais é identificado pela cor amarela.

Metais que podem ser reciclados: Lata de bebidas e alimentos; Tampas de recipientes de vidro; Lata de biscoito; Bandeja e panela; Ferragem; Grampo; Fios elétricos; Chapas; Embalagem marmitex; Alumínio; Cobre; Aço; Lata de produtos de limpeza.

Metais que não podem ser reciclados: Lata de aerosóis; Lata de tinta; Pilhas; Lata de inseticida; Lata de pesticida.

Papel

Já os papéis são identificado pela cor azul.

Papéis que podem ser reciclados: Jornal; Papel de computador; Saco de papel; Papel de escritório; Cadernos.
Papéis que não podem ser reciclados: Papel engordurado; Carbono; Celofane; Papel plastificado; Papel parafinado (fax).

Plástico

Os plásticos são identificados pela cor vermelha.

Plásticos que podem ser reciclados: Embalagem de alimentos; Embalagem de produtos de beleza; Embalagem de produtos de limpeza; Tampas; Brinquedos; Peças plásticas; Canetas esferográficas; Escovas de dentes; Baldes; Artigos de cozinha.
Plásticos que não podem ser reciclados: Celofane; Embalagem a vácuo; Fraldas descartáveis; Adesivos; Embalagem engordurada; Siliconizados.

Vidro

Os vidros são identificados pela cor verde.

Vidros que podem ser reciclados: Copo; Frasco de remédio; Jarras; Garrafa; Vidro colorido.
Vidros que não podem ser reciclados: Vidro de automóvel; Vidros de janelas; Pirex; Espelho; Tubo de TV; Lâmpada; Óculos; Cristal; Ampolas de medicamentos; Vidros temperados planos ou de utensílios domésticos.