Entre o Agora e o Nunca

O livro conta a história de Camryn Bennett uma jovem de 20 anos que desistiu do amor após duas desiluções amorosas e com sua relação com a melhor amiga fica abalada Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino. Com uma carteira, um celular e uma pequena bolsa com alguns itens indispensáveis, Camryn embarca para Idaho. Mas durante a viagem conhece Andrew Parrish, um jovem sedutor e misterioso, a caminho para visitar o pai, que está morrendo de câncer. Andrew se aproxima da companheira de viagem, primeiro para protegê-la, mas logo uma conexão irresistível se forma entre os dois.
Narrado em capítulos que alternam as vozes de Andrew e Camryn, Entre O Agora e O Nunca é uma história de amor e sexo, na qual os personagens testam seus limites, exploram seus desejos e buscam o caminho que os levará à felicidade.

Anúncios

Amor e Gelato

A maravilhosa cidade de Florença, na Itália, é o cenário do livro “Amor e Gelato”, da autora Jenna Evans Welch, que com uma escrita leve, mostra a história de Carolina, uma americana que após perder sua mãe, se muda para a capital da arte.

Na história, Carolina perdeu sua mãe. Mas antes de morrer, ela insistiu para que a menina se mudasse para Florença, na Itália, para viver com o pai, que até então tinha a identidade desconhecida. Com muito custa, ela aceita realizar o desejo da mãe. Lá, ela conhece Lorenzo, um garoto metade italiano, metade americano, que a ajuda a descobrir os mistérios escondidos em um diário deixado por sua mãe.

O livro trouxe um ritmo muito gostoso de ler. Acontece de forma natural e faz o leitor ficar na expectativa do que vai acontecer. E por mais que pareça um romance adolescente, com certeza vai cativar pessoas de todas as idades.

O Apanhador no Campo de Centeio

Marcante para muitas pessoas, o livro O Apanhador no Campo de Centeio, do autor J.D. Salinger, foi lançado em 1999, porém é até hoje uma leitura muito importante para entender a adolescência. Existem diversos textos que fazem referência a esse livro.

A obra conta sobre o adolescente Holden Caulfield, um jovem de 16 anos que vive em Nova Iorque e estuda em um renomado colégio interno para rapazes. Em um determinado dia, ele retorna mais cedo para sua residência, após receber notas ruins em quase todas as matérias e ser expulso. No caminho de volta, o jovem reflete sobre sua vida, repassa alguns momentos vivenciados e tenta definir uma diretriz para o seu futuro. Antes de enfrentar os pais, ele conversa com algumas pessoas que julga importante, como um professor, uma antiga namorada e sua irmã menor e tentar explicar o momento que está passando.

Este livro tem grande importância, pois foi o criador da cultura-jovem. A partir dele, o período da adolescência ganhou a atenção que merecia, pois antes era visto apenas como um momento de transição entre a infância e o adulto.

A Rainha Vermelha

O livro A Rainha Vermelha, da autora Victoria Aveyard, é o primeiro de uma trilogia que é seguida pelos livros Espada de Vidro e a Prisão do Rei. A adaptação para o cinema está sendo dirigida pela atriz e diretora Elizabeth Banks e a obra está sendo produzida.

A história conta a história de Mare Barrow, uma mulher que tem seu mundo dividido pelo sangue vermelho e prateado. Ela e sua família pertencem ao grupo dos sangue vermelho, os humildes, plebeus, que são designados a servir aqueles que possuem poderes sobrenaturais e são tratamos como deuses. Porém, Mare acaba conseguindo um emprego no palácio real e assim descobre que possui sangue vermelho. Mas como isso será possível, sendo que ela tem sangue vermelho?

Muitos vibram em acordo. Precisei de toda a minha força para não pular em cima desses covardes que jamais estarão na frente de batalha ou enviarão seus filhos para o combate. A guerra prateada deles é paga com sangue vermelho.

Nós

O livro “Nós”, do autor David Nicholls, foi lançado em 2015. Após o sucesso de “Um Dia”, que posteriormente ganhou as telas do cinema, a nova obra de Nicholls era muito aguardada. E o autor não decepcionou! Mais uma vez, trouxe uma trama envolvente, contagiante, que você não vai querer largar.

Douglas Peterson é um bioquímico, de 54 anos, que vive pela profissão e tem mania de arrumação e limpeza. Em uma noite, ele é acordado pela sua esposa Connie, com quem é casado há 25 anos, dizendo que quer o divórcio. Porém, ele já tinha programado uma viagem em família de um mês pela europa para estimular e incentivar as habilidades do filho que acabou de entrar na faculdade de fotografia. Com a viagem, ele acredita que o amor que existe vai se reacender com a viagem.

David consegue trazer o sentimento, a realidade e o cotidiano de uma forma divertida e fácil de se identificar. Se você gostou de “Um Dia”, não pode deixar de ler essa obra!

A Hospedeira

O livro A Hospedeira, da autora Stephenie Meyer, responsável pela famosa saga Crepúsculo, mostra mais uma vez a capacidade da autora de tirar emoções dos leitores. O livro foi criado quando a autora, em uma viagem, ficou entediada e resolveu escrever um pouco. Quando se deu conta, já estava com metade do livro pronta.

Na obra, nosso planeta foi dominado por um inimigo que não é possível ser detectado. Assim, os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores, suas mentes são extraídas, mas seus corpos permanecem intactos e sem alterações. Melanie é uma das poucas restantes denonimadas “selvagens”, ou seja, que ainda não se tornaram hospedeiras, até que um dia ela é capturada e tem a certeza de que aquele será seu fim. Peregrina passa a habitar o corpo da mulher. Antes de viver na Terra, ela foi orientada sobre as dificuldades que enfrentaria: as sensações, memórias e lembranças presentes. Porém, Melanie se recusa a abrir mão de seu corpo e seu pensamento está em Jared, o homem que ela ama e que continua foragido.

O sucesso do livro foi tanta que em 2013 foi lançada a adaptação da obra para os cinemas. A direção foi de Andrew Niccol e o papel da personagem principal ficou com a atriz Saoirse Ronan.

Rita Lee: Uma Autobiografia

Que Rita Lee é uma das personalidades mais fortes do mundo do entretenimento, não é novidade para ninguém. E na obra Rita Lee: Uma Autobiografia ela conta seus momentos e suas experiências. Com total coragem e honestidade, ela não escondeu nada de seus leitores.

O livro mostra a infância de Rita, os primeiros passos dados na fama, a prisão, que ocorreu em 1976, a relação com Roberto de Carvalho, o nascimento dos filhos, a criação das músicas e a elaboração dos discos, os momentos ruins e os momentos bons.

Ela foi responsável por toda criação do livro, desde escrever as histórias, escolher as fotografias e a ordem em que elas estariam expostas, as legendas, a capa, a contracapa e a orelha. Dessa forma, o leitor consegue enxergar todos os lados de Rita Lee.