O Silêncio dos Inocentes

No dia 17 de maio de 1991, estreava um dos filmes de maior sucesso: “O Silêncio dos Inocentes”, do diretor Jonathan Demme. O filme traz em seu elenco Anthony Hopkins, no papel principal, Jodie Foster, Scott Glenn, entre outros nomes importantes.

No filme, a agente do FBI Clarice Starling (Jodie Foster) precisa capturar um perigoso assassino, conhecido por arrancar a pele de suas vítimas. Para ajudar na captura, ela entre em contato com o psicopata Hannibal Lecter (Anthony Hopkins), preso pela acusação de canibalismo.

Este foi o terceiro filme na história do cinema a receber as estatuetas do Oscar nas principais categorias da premiação. São elas: Melhor Filme, Melhor Roteiro, Melhor Direção, Melhor ator e Melhor atriz.

Anúncios

Django Livre

Quentin Tarantino é um grande sucesso como diretor e um de seus filmes mais famosos é Django Livre, lançado em 2013, que traz em seu elenco nomes como Jamie Foxx, Christoph Waltz, Samuel L. Jackson e Leonardo DiCaprio. A obra levou o Oscar nas categorias de Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Roteiro Original.

Na história, Django é um escravo liberto que teve um passado marcante e brutal com seus antigos proprietários, os quais o caçador de recompensas alemão Dr. King Schultz está em busca. Django é o único que pode levar os irmãos até o caçador. Após realizar o plano, Django vira parceiro de Schultz na busca pelo criminoso mais perigoso do sul dos Estados Unidos.

Tarantino mais uma vez traz como tema central a vingança. Além disso, os espectadores encontram diversas referências cinematógraficas, culturais e filosóficas de outros nomes importantes. Do gênero Faroeste, tão característico do diretor, aqueles que assistirem o filme verão muito sangue e muito humor ácido!

La La Land: Cantando Estações

A Dica de Cinema de hoje é o filme La La Land, do diretor Damien Chazelle, lançado em 2017. A obra traz como protagonistas os atores Ryan Gosling e Emma Stone, sendo que a atriz venceu na categoria de Melhor Atriz no Oscar. O filme foi indicado em 13 categorias, sendo vencedor em 6: Melhor Atriz, Melhor Diretor, Melhor Trilha Sonora Original, Melhor Música, Melhor Fotografia e Melhor Direção de Arte. O cantor John Legend também faz uma participação.

Na história, Sebastian (Ryan Gosling) é um pianista de jazz que chega em Los Angeles para tentar a carreira no meio artístico. Nesse tempo, ele conhece a atriz iniciante (Mia) que também está na cidade por conta de sua carreira e os dois se apaixonam perdidamente. Enquanto eles buscam oportunidades para suas carreiras na competitiva cidade, precisam fazer o relacionamento dar certo.

Damien Chazelle já é um nome conhecido no meio dos musicais. Ele foi o diretor responsável pelo filme Whiplash – Em Busca da Perfeição, lançado em 2015 e campeão do Oscar nas categorias de Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Mixagem de Som e Melhor Montagem. O sucesso deste filme abriu as portas para Damien gravar La La Land. Sorte a nossa!

Up – Altas Aventuras

A Dica de Cinema de hoje é a animação Up – Altas Aventuras, que tem direção de Pete Docter e Rob Peterson, com estreia em 2009. Este foi o primeiro filme da Pixar Animation Studios produzido para o formato Disney Digital 3-D.

Na história, Carl Fredricksen é um senhor vendedor de balões de 78 anos que está prestes a perder sua casa. O local é muito especial, pois foi o lar em que ele viveu com sua falecida esposa Ellie. Um empresário está interessado no terreno em que a casa está situada, pois deseja construir um edifício no local. Carl se envolve em um incidente em que acerta um homem com sua bengala e passa a ser considerado uma ameaça pública e é forçado a se mudar para um asilo. Para evitar que isto aconteça, ele amarra sua casa em diversos balões com o objetivo de chegar até uma floresta na América do Sul, onde ele e Ellie sempre sonharam em morar. Mas quando a casa já está nos ares, ele descobre que o esperto garoto Russel embarcou também.

A obra foi o segundo filme de animação a ser indicado ao Oscar de Melhor Filme. Up também foi indicado ao prêmio em outras categorias e levou a estatueta em de Melhor Filme de Animação e Melhor Trilha Sonora.

Amor, Sublime Amor

Um dos maiores sucessos do cinema é o filme Amor, Sublime Amor, que tem direção de dois diretores: Robert Wise e Jerome Robbins. A obra levou o Oscar em nove categorias, entre elas Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Ator Coadjuvante.

A história se passa em Nova York, mais precisamente no lado oeste da cidade, local que abriga os guetos de imigrantes e a classe menos favorecida. A área é disputada por duas gangues: os Sharks, dos porto-riquenhos, e os Jets, brancos que possuem origem anglo-saxônica. Tony (Richard Beymer), o antigo líder da gangue Jets, acaba se apaixonando por Maria (Natalie Wood), que é a irmã do líder da gangue oposta, os Sharks, e é correspondido, o que fere os princípios de ambas as gangues.

O filme foi lançado no dia 25 de dezembro de 1961. Mas em janeiro deste ano, 2018, as mídias começaram a divulgar que talvez este ano comece a ser regravado um remake, dirigido por Steven Spielber. É aguardar para ver!

A Lista de Schindler

Em 1993, a Universal lançava um dos filmes mais marcantes de todas as épocas: A Lista de Schindler, que tem direção do renomado Steven Spielberg. A obra foi vencedora de sete categorias do Oscar, incluindo como melhor filme e melhor diretor. Em 2007, o filme foi eleito pelo American Film Institute como o oitavo melhor filme americano da história.

A história de Oskar Schindler (Liam Neeson), um simpático comerciante, oportunista e adepto do regime nazista, que acima de tudo, amava as pessoas. Dessa maneira, ele salvou mais de mil judeus da morte certa no campo de concentrações. A história é contada pelo sobrevivente Mietek Pemper, que mesmo sendo judeu, atuou como secretário de Amon Goth, o nazista que liderava o campo de concentrações.

O produtor Branko Lustig, que trabalhou no filme, é um dos sobreviventes dos campos de concentração nazista e trouxe toda a sua experiência para a obra. Além disso, ele também já produziu outros filmes com o mesmo tema.

A Forma da água

O diretor Guillermo del Toro é conhecido e aclamado por suas obras que unem a relação entre dois seres distintos e uma mensagem embutida. E em A Forma da Água, não foi diferente! O filme foi o grande ganhador da categoria “Melhor Filme”, no Oscar deste ano.

Na trama, que se passa no ano de 1960, período da Guerra Fria, o agente federal Strickland (Michael Shannon) descobre e captura uma criatura estranha (Doug Jones), que é parte anfíbia e parte humana, e a leva até uma base secreta para ser estudada. Elisa Espozito (Sally Hawkins) é uma faxineira muda que trabalha no local e que acaba se afeiçoando pela criatura, e dessa forma, nasce um grande sentimento.

A obra trata de assuntos que até hoje são pautas no cotidiano, como o racismo, a homofobia, a misoginia e o machismo, além de trazer também um fortalecimento à luta pelos direitos civis.