Up – Altas Aventuras

A Dica de Cinema de hoje é a animação Up – Altas Aventuras, que tem direção de Pete Docter e Rob Peterson, com estreia em 2009. Este foi o primeiro filme da Pixar Animation Studios produzido para o formato Disney Digital 3-D.

Na história, Carl Fredricksen é um senhor vendedor de balões de 78 anos que está prestes a perder sua casa. O local é muito especial, pois foi o lar em que ele viveu com sua falecida esposa Ellie. Um empresário está interessado no terreno em que a casa está situada, pois deseja construir um edifício no local. Carl se envolve em um incidente em que acerta um homem com sua bengala e passa a ser considerado uma ameaça pública e é forçado a se mudar para um asilo. Para evitar que isto aconteça, ele amarra sua casa em diversos balões com o objetivo de chegar até uma floresta na América do Sul, onde ele e Ellie sempre sonharam em morar. Mas quando a casa já está nos ares, ele descobre que o esperto garoto Russel embarcou também.

A obra foi o segundo filme de animação a ser indicado ao Oscar de Melhor Filme. Up também foi indicado ao prêmio em outras categorias e levou a estatueta em de Melhor Filme de Animação e Melhor Trilha Sonora.

Anúncios

Amor, Sublime Amor

Um dos maiores sucessos do cinema é o filme Amor, Sublime Amor, que tem direção de dois diretores: Robert Wise e Jerome Robbins. A obra levou o Oscar em nove categorias, entre elas Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Ator Coadjuvante.

A história se passa em Nova York, mais precisamente no lado oeste da cidade, local que abriga os guetos de imigrantes e a classe menos favorecida. A área é disputada por duas gangues: os Sharks, dos porto-riquenhos, e os Jets, brancos que possuem origem anglo-saxônica. Tony (Richard Beymer), o antigo líder da gangue Jets, acaba se apaixonando por Maria (Natalie Wood), que é a irmã do líder da gangue oposta, os Sharks, e é correspondido, o que fere os princípios de ambas as gangues.

O filme foi lançado no dia 25 de dezembro de 1961. Mas em janeiro deste ano, 2018, as mídias começaram a divulgar que talvez este ano comece a ser regravado um remake, dirigido por Steven Spielber. É aguardar para ver!

A Lista de Schindler

Em 1993, a Universal lançava um dos filmes mais marcantes de todas as épocas: A Lista de Schindler, que tem direção do renomado Steven Spielberg. A obra foi vencedora de sete categorias do Oscar, incluindo como melhor filme e melhor diretor. Em 2007, o filme foi eleito pelo American Film Institute como o oitavo melhor filme americano da história.

A história de Oskar Schindler (Liam Neeson), um simpático comerciante, oportunista e adepto do regime nazista, que acima de tudo, amava as pessoas. Dessa maneira, ele salvou mais de mil judeus da morte certa no campo de concentrações. A história é contada pelo sobrevivente Mietek Pemper, que mesmo sendo judeu, atuou como secretário de Amon Goth, o nazista que liderava o campo de concentrações.

O produtor Branko Lustig, que trabalhou no filme, é um dos sobreviventes dos campos de concentração nazista e trouxe toda a sua experiência para a obra. Além disso, ele também já produziu outros filmes com o mesmo tema.

A Forma da água

O diretor Guillermo del Toro é conhecido e aclamado por suas obras que unem a relação entre dois seres distintos e uma mensagem embutida. E em A Forma da Água, não foi diferente! O filme foi o grande ganhador da categoria “Melhor Filme”, no Oscar deste ano.

Na trama, que se passa no ano de 1960, período da Guerra Fria, o agente federal Strickland (Michael Shannon) descobre e captura uma criatura estranha (Doug Jones), que é parte anfíbia e parte humana, e a leva até uma base secreta para ser estudada. Elisa Espozito (Sally Hawkins) é uma faxineira muda que trabalha no local e que acaba se afeiçoando pela criatura, e dessa forma, nasce um grande sentimento.

A obra trata de assuntos que até hoje são pautas no cotidiano, como o racismo, a homofobia, a misoginia e o machismo, além de trazer também um fortalecimento à luta pelos direitos civis.

Um Sonho de Liberdade

Em 1995, o filme Um Sonho de Liberdade foi lançado, com a estreia do diretor Frank Darabont. A obra conta com Tim Robbins, Morgan Freeman e Bob Gunton como parte de seu elenco. A produção cinematográfica foi baseada no livro escrito pelo renomado autor Stephen King.

A história se passa em 1946. Andy Dufresne é um jovem banqueiro bem sucedido que tem sua vida totalmente mudada quando é condenado pelo assassinato de sua esposa e do amante dele. Assim, ele é encaminhado para a Penitenciária Estadual de Shawshank, no Maine, para cumprir prisão perpétua. Lá, ele é apresentado a Warden Norton, um agente penitenciário corrupto e cruel que usa a bíblia como arma de controle, o capitão Byron Hadley, que trata os internos como animais e o interno Ellis Boyd Redding, que cumpre pena há 20 anos e controla o mercado negro do local.

O sucesso foi tanto que o filme foi indicado ao Oscar em sete categorias, dentre elas Melhor Filme, Melhor Ator para Morgan Freeman e Melhor Roteiro Adaptado. Foi indicado também ao Globo de Ouro nas categorias Melhor Ator de drama para Morgan Freeman e Melhor Roteiro.

Até o Último Homem

Muito se tem falado sobre o filme Até o Último Homem. Com direção de Mel Gibson e participação dos atores Andrew Garfield, Vince Vaugh e Teresa Palmer, o filme australiano recebeu seis indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Ator, para Andrew Garfield.

O filme, baseado em fatos reais, traz a história de Desmond T. Doss, o médico do exército que foi designado para trabalhar na Segunda Guerra Mundial. Dessa maneira, ele prometeu que durante todos esse período, não pegaria em uma arma. Ao longo da Batalha de Okinawa, ele trabalha na ala médica e assim salva 75 vidas, sendo assim recompensado. Isso o tornou o primeiro Opositor Consciente da História norte-americana a receber a medalha de Honra do Congresso.

Para muitos críticos, este foi um retorno triunfal do diretor e ex-ator Mel Gibson. Vale a pena conferir e tirar suas próprias conclusões!

A Dama de Ferro

Em 1979, Margareth Thatcher foi a primeira mulher a assumir o cargo de Primeira-ministra da Grã-Bretanha. Quando ela assumiu, o país passava por uma crise econômica, com elevadas taxas de desemprego e de inflação. E para piorar de vez a situação, o Reino Unido entrou em conflito com a Argentina, o que gerou a Guerra das Malvinas.

No filme, toda a trajetória da ex-primeira ministra, que ficou conhecida como A Dama de Ferro, é contada. Todos os altos e baixos vividos por ela, que teve que provar ser muito capaz de tomar decisões em um mundo, até então, dominado por homens. A dama de ferro é interpretada pela renomada atriz Meryl Streep.

A obra foi indicada ao Oscar em 2012 nas categorias de melhor atriz para a Meryl Streep e de melhor maquiagem e ganhou o Globo de Ouro na categoria de melhor atriz, também para Meryl Streep.