Tarde Demais

Colleen Hoover é uma das autoras mais famosas da atualidade. Este ano o livro Tarde Demais foi lançado e mais uma vez ela mostrou todo seu talento. Essa obra é intensa, sombria e bem real e promete prender o leitor.

Na história, Sloan é uma estudante que durante as aulas de espanhol não consegue ficar de olho aberto. Dessa maneira, ela não consegue perceber a aproximação de Carter. Ele queria entender o motivo da garota estar tão cansada todos os dias logo cedo. Logo, eles começam a conversar e Carter não consegue tirar a garota da mente. Mas ela namora o maior traficante de drogas dos campus universitários e isso pode ser um problema.

A autora traz um assunto muito importante de ser tratado: os relacionamentos abusivos. A culpa nunca é da vítima e o comportamento da vítima nunca deve ser justificativa para agressões.

Anúncios

Corra!

O suspense Corra! É a Dica de Cinema de hoje! A obra foi aclamada pelo público e marcou a estreia do diretor (e também escritor da história) Jordan Peele, conhecido por ser referência no mundo da comédia. Inclusive o ator Eddy Murphy foi cotado para o papel principal, mas foi descartado por conta da idade.

Na história, Chris (Daniel Kaluuya) é um jovem negro que namora com a caucasiana Rose (Allison Willians). A garota então leva o namorado para conhecer sua família e de início, percebe que a família é um tanto quanto protetora e excessivamente amorosa. Ele acredita que é uma tentativa deles de lidarem com o relacionamento da filha com o rapaz, mas ao longo do tempo ele percebe que existe algo muito mais perturbador por trás de tudo.

O filme trata sobre um assunto muito importante, que deve ser falado constantemente, que é o preconceito. Sob um contexto, o filme traz algo muito comum em nossos dias, o preconceito velado. Muitas pessoas utilizam a frase “nada contra negros, tenho até amigos” como se isso justificasse algumas palavras ditas e algumas. Este filme é uma verdadeira obra que deve ser vista por todas as pessoas!

Em Águas Sombrias

A autora Paula Hawkins, responsável pelo sucesso “A Garota no Trem” retorna com mais um suspense, o livro “Em Águas Sombrias”. Com o anúncio de mais uma obra, os leitores ficaram ansiosos para ler mais uma vez a autora que prendeu a atenção de tantas pessoas. E nessa nova surpresa, encontramos uma história muito mais sombria e com muitas camadas.

Na história, Jules precisa voltar para sua cidade natal para cuidar de sua sobrinha adolescente, filha de sua irmã Nel, que se suicidou no rio onde era obcecada desde criança. Jules não tem vontade de retornar e não se sente preparada para o papel de mãe, mas agora ela precisa enfrentar todos os medos.

Este livro traz assuntos importantes de serem tratados na sociedade, como o papel da mulher na sociedade, o machismo, o feminício, o estupro e até a pedofilia. E tudo isso com a escrita impecável da autora. Vale a pena conferir!

A Mulher na Janela

Primeiro lugar na lista do The New York Times, o livro A Mulher na Janela, do autor A.J. Finn, veio para marcar presença. Este suspense psicológico foi lançado neste mês de março e já é um grande sucesso entre os leitores, que ficaram encantados pela forma como o autor consegue manter a atenção durante o livro inteiro.

No livro, Anna Fox é uma psicóloga que mora sozinha. Ela é separada do marido e da filha, sofre de agorafobia, que é o medo de estar em locais abertos e por isso passa todos os seus dias reclusa, bebendo muito vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com pessoas pela internet que sofrem do mesmo mal e espiando seus vizinhos. Assim, os Russels se mudam para a casa ao lado do parque e Anna fica obcecada, tentando descobrir tudo o que a família esconde. Até que em uma noite, a mulher vê um acontecimento estranho na casa dos vizinhos e ninguém parece acreditar nela. Mas será que tudo o que ela viu, aconteceu realmente?

“A mulher na janela é um daqueles raros livros realmente impossíveis de largar.” – Stephen King
“Surpreendente. Arrebatador. Sensacional. Um suspense noirpara o novo milênio, com personagens fascinantes, reviravoltas formidáveis, uma escrita primorosa e uma narradora com quem eu adoraria tomar uma garrafa de vinho. Talvez duas garrafas.” – Gillian Flynn, autora de Garota exemplar

Morte no Nilo

Mais uma vez, Agatha Christie traz um de seus casos policiais cheios de mistérios e segredos. Publicado em 1937, Morte no Nilo é o quarto livro da autora conhecida por sua criatividade e engenhosidade para criar cenários, personagens e roteiros que prendem os leitores e trazem várias surpresas.

Na obra, Linnet Ridgeway é uma mulher que tem tudo, beleza, riqueza e sucesso e está passando a sua lua de mel em um barco, em pleno rio Nilo, com o ex noivo de sua melhor amiga, quando é assassinada. Para azar do assassino, o detetive Hercule Poirot está no Egito passando suas férias. Dessa forma, se inicia uma busca no barco, que conta com a presença de familiares e amigos, inclusive a melhor amiga, de Linnet, que resolveram se juntar ao casal na lua de mel.

Após a adaptação do livro “Assassinato no Expresso Oriente” para os cinemas, em novembro de 2017 foi confirmado que a obra “Morte no Nilo” também ganhará uma adaptação produzida pela Twentieth Century Fox, com o mesmo roteirista, Michael Green. Esperar para ver!

Única Filha

Única Filha é o livro de estreia da jovem escritora australiana Anna Snoekstra. Lançado em 2017, traz sob uma perspectiva feminina, um universo macabro e cheio de mistérios.

A obra inicia-se com o desaparecimento de uma adolescente de 16 anos. A garota em questão é Rebecca Winter, uma jovem que trabalha em uma lanchonete, gosta de um garoto mais velho e costuma sair com a melhor amiga. Um dia, ela encontrou sangue em sua cama, teve um surto de amnésia e começou a se sentir vigiada, mas nada foi capaz de prever que em breve seu desaparecimento aconteceria.

Onze anos depois, com o objetivo de fugir da prisão, uma mulher assume a vida de Rebecca. Porém, ela começa a investigar o crime melhor e a descobrir que nem sempre, as aparências relatam a verdade.

Já foi confirmado que o livro será adaptado para os cinemas, mas ainda não existe previsão de data para lançamento nem elenco. Muitos dizem que será o novo “A Garota no Trem”. Só resta esperar para saber!

O Cemitério

“Provavelmente é um erro acreditar que exista um limite para o horror que a mente humana pode suportar. Parece, ao contrário, que certos mecanismos exponenciais começam a prevalecer à medida que o infortúnio se torna mais profundo”.

O livro O Cemitério, é de autoria do autor americano Stephen King, reconhecido como um dos mais importantes autores de contos de horror de sua geração. Ele já publicou diversos títulos que fazem sucesso entre pessoas de todas as idades.

A obra traz uma família – o pai Louis Creed, a mãe Rachel, a filha Ellie e o bebê Gage – que se muda para Chicago e passa a viver próxima a Rota 15, o que causa medo nos pais das crianças serem atropeladas. Até que um dia o gato da família é atropelado. Ele então é enterrado em um cemitério próximo a casa da família, onde antigamente, índios da tribo Micmac eram enterrados. Após uns dias, o gato volta para casa bem e a família fica sem entender o que aconteceu. A partir deste momento, coisas estranhas começam a acontecer na vida deles.

O Cemitério ficou conhecido como “tão assustador que não deveria ser publicado”, como disse o próprio Stephen King, e baseado nessa afirmação, foi elaborada uma campanha de marketing para o lançamento do livro. O livro foi baseado em uma história real vivida pelo próprio autor. Depois do gato da família ter sido atropelado, crianças do bairro cuidaram do cemitério em que ele estava enterrado e assim o autor teve sua inspiração.