Mistério no Mediterrâneo

Lançado no Netflix em 14 de junho, nos seus três primeiros dias no canal de streaming, Mistério no Mediterrâneo foi visto por mais de 30 milhões de contas em todo o mundo. A parceria entre os atores Adam Sandler e Jennifer Aniston, que já tinham trabalhado juntos em Esposa de Mentirinha, deixa o longa na posição de maior estreia entre os filmes produzidos pela plataforma, superando Bird Box, de 2018.

Adam Sandler interpreta Nick Spitz, um policial que vem tentando se tornar detetive, porém nunca consegue passar na prova. Com vergonha, ele fala para sua esposa, Audrey, interpretada por Jennifer Aniston, que trabalha na função, enquanto isso, seu melhor amigo o acoberta na mentira. Há 15 anos, quando Nick e Audrey se casaram, o marido prometeu à esposa uma viagem à Europa e ela cobra essa promessa. Sentindo-se pressionado, Nick garante que já arranjou tudo e o casal parte para a tão esperada viagem. No avião, Audrey conhece o milionário Charles Cavendish, interpretado por Luke Evans, que os convida para um tour por Mônaco no navio de seu tio, interpretado por Terence Stamp. A bordo, acontece um assassinato em alto-mar e o casal se torna suspeito do crime. Nick e Audrey passam a ter a difícil missão de solucionar o caso e provar sua inocência.

Quem é fã de Agatha Christie, pioneira nas histórias modernas de mistério, vai enxergar nítidas referências ao livro Assassinato no Expresso Oriente e gostar de assistir ao Mistério no Mediterrâneo!

Anúncios

Os Farofeiros

Neste mês, estreou nos cinemas brasileiros o filme “Os Farofeiros”, com direção de Roberto Mantucci, também diretor de clássicos como Até que a Sorte nos Separe, De Pernas para o Ar e Um Suburbano Sortudo. A obra conta com a participação de Antônio Fragoso, Maurício Manfrini, Cacau Protássio, Danielle Winits, Charles Paraventi, Aline Riscado, entre outros, em seu elenco.

No filme, quatro amigos de trabalho, junto com suas famílias, se reúnem para aproveitar um feriado prolongado em uma casa de praia, que era para estar localizada em Búzios, mas, na verdade, está localizada em Maringuaba. Chegando lá, eles percebem que a casa alugada está caindo aos pedaços, a praia deserta não é tão deserta assim, os preços são exorbitantes, entre tantas outras situações que prometem boas risadas.

Roberto Santucci é o diretor que possui maior bilheteria acumulada desde que os filmes nacionais retornaram aos cinemas, com mais de 25 milhões de ingressos nos últimos cinco anos.

Risadaria SuperShows

O Festival Risadaria, em São Paulo, oferece os “SuperShows”, que são shows de diferentes gêneros do humor. Comediantes conhecidos se alternam em apresentações. No próximo dia 10, os humoristas Ben Ludmer, Diogo Portugal, Geraldo Magela, Rey Biannchi e Sérgio Mallandro se apresentarão a partir das 17h.

Quando? Este espetáculo em específico apenas no dia 10 de julho, mas a agenda completa pode ser conferida no site: www.risadaria.com.br

Onde? Teatro Sérgio Cardoso, rua Rui Barbosa, 153, Bela Vista

Quanto? R$ 50 (inteira) R$ 25 (meia)

Horário? A partir das 17h

Programação sujeita a alteração

Se Beber Não Case!

A comédia Se Beber Não Case estreou em agosto de 2009 e foi sucesso total de bilheteria. Para muitos espectadores, essa foi uma das melhores comédias do ano. Os protagonistas Bradley Cooper, Ed Helms, Zach Galifianakis e Justin Barthas conseguem tirar ótimas gargalhadas do público.

O filme conta a história dos quatro amigos: Doug Bilings (Barthas), Stu Price (Helms), Phil Wenneck (Cooper) e Alan Gardner (Galifianakis), que resolvem ir para Las Vegas para comemorar a despedida de solteiro de Doug. Eles têm uma noite de muita curtição, mas ao acordarem no dia seguinte, sem se lembrar de nada, os amigos se encontram em uma situação bem inusitada que precisa ser resolvida.

O sucesso foi tanto, que o filme ainda teve mais duas sequências: Se Beber Não Case 2 e Se Beber Não Case 3, lançados em 2011 e 2013, respectivamente.

Intocáveis

O filme francês Intocáveis, dos diretores Eric Toledano e Olivier Nakache, foi lançado em 2012 e eleito, no mesmo ano, como o segundo maior sucesso de bilheteria da França, o que resultou em várias indicações em prêmios como o Bafta, concorrente na categoria de melhor filme estrangeiro.

O rico aristocrata Philippe (François Cluzet) ficou paraplégico após sofrer um acidente. Para ajudá-lo a realizar as tarefas do dia, ele resolve contratar um assistente. Depois de várias entrevistas, ele contrata Driss (Omar Sy), um jovem problemático sem nenhuma experiência, vindo do Senegal e que vive nos subúrbios de Paris. Com a convivência, os dois se tornam grandes amigos e aprendem muito um com o outro.

A obra é baseada em fatos reais. Antes do filme, um best seller escrito por Philippe Pozzo di Borgo (personagem principal) já havia sido publicado. Superação, admiração, reciprocidade e confiança são a base dessa relação que promete tirar muitas lágrimas dos espectadores.

Amizade Colorida

O que importa não é com quem você quer ficar sexta à noite, e sim, o sábado inteiro!”

O filme Amizade Colorida foi lançado em 2011 com a direção de Will Gluck, mesmo diretor de “A mentira”. A comédia romântica tem como protagonistas Mila Kunis e Justin Timberlake.

Na história, Jamie (Mila), uma recrutadora de talentos, recebe o objetivo de convencer Dylan (Timberlake), um futuro cliente, a se mudar de Los Angeles para Nova York. Assim, os dois se tornam amigos. Até que um certo dia, eles descobrem que têm em comum a carência sexual e resolvem se tornar “amigos com benefícios”. Mas com o passar do tempo, eles descobrem outros interesses um no outro.

O que atrai no filme é a realidade. Muitos dos diálogos presentes e das situações vivenciadas pelos personagens já foram vividas pelo público, o que torna o filme interessante e garante muitas risadas!

O todo poderoso (2003)

Se você tivesse a oportunidade de ser Deus, o que você faria? Ajudaria a quem precisa ou pensaria apenas nos próprios problemas?

Com a maior bilheteria do ano de 2003, arrecadando R$ 484 milhões pelo mundo inteiro, o filme O todo poderoso tem como protagonistas os renomados atores Jim Carrey e Morgan Freeman, o que garante, com certeza, boas risadas. Além disso, recebeu 2 indicações ao MTV Movie Awards, nas seguintes categorias: Melhor Comediante (Jim Carrey) e Melhor Beijo (Jim Carrey e Jennifer Aniston).

No filme, Bruce Nolan (Carrey) é o repórter do jornal da sua cidade e tem a ambição de ser o âncora. Mas por considerá-lo muito engraçado para o cargo, o dono da emissora não permite. Frustrado, Bruce começa a questionar Deus e a ridicularizá-lo. Deus (Freeman), então, resolve aparecer para ele em forma humana e enquanto Ele tira férias, deixa todos os poderes divinos nas mãos de Bruce.

Sem experiência alguma no cargo, o repórter se atrapalha com os poderes, mesmo quando resolve, de início, usar todo esse poder para benefício próprio e tentar obter tudo o que ele sempre desejou. Entre uma trapalhada e outra, ele percebe o quanto é difícil a missão de ser onipresente, onisciente e onipotente.

O filme mescla o drama com humor, o que o torna leve e de fácil entendimento para todas as idades. Além disso, muitos dos comportamentos que o personagem tem é o comportamento das pessoas no cotidiano. Em 2007, foi lançada a sequência do filme, que leva como título “A volta do todo poderoso”, o qual o ator principal é Steve Carell, que também faz uma participação no primeiro filme como o âncora do jornal em que Bruce trabalha.