Amanhecer em Campos do Jordão

A imagem de hoje é de uma linda manhã na unidade Campos do Jordão. Para os apaixonados por inverno e pela serra, o registro é de aquecer o coração. O céu azul, sem nuvens, o sol baixinho surgindo atrás das árvores típicas da região e o gramado ainda coberto pela bruma da madrugada.

A foto é um registro de julho de 2019, mas já é possível hospedar-se na unidade, pois estão sendo seguidos todos os protocolos estabelecidos pelo Governo do Estado de São Paulo e pela Prefeitura de Campos do Jordão.

Fale com o departamento de Reservas: reservas@satelite.com.br ou (13) 3421-4702 – telefone e WhatsApp.

Mercado Municipal de São Paulo

O Mercado Municipal de São Paulo é muito mais do que seu famoso e premiado lanche de mortadela. Lá, é possível observar a arquitetura local, além de apreciar os vitrais criados pelo artista russo Conrado Sorgenicht Filho, que retratam parte do ciclo do café, o principal produto da economia de São Paulo até o início do século 20.

No Mercadão, o visitante pode comprar frutas, graviola, grapefruit, cupuaçu e outras frutas exóticas. Além do tradicional bacalhau, também encontra-se presunto cru, linguiças artesanais, queijos, uma grande variedade de castanhas, amêndoas, pistaches e outras sementes, peixes, vinhos, chopp gelado tirado na hora, sobremesas, entre outros produtos.

O passeio é uma verdadeira experiência gastronômica e cultural!

O quê?
Mercado Municipal de São Paulo

Onde?
Rua da Cantareira, 306 – São Paulo (próximo à estação Luz do metrô)

Quando?
Segunda a sábado: das 6h às 18h
Domingos e feriados: das 6h às 16h

Quanto?
Entrada gratuita

Museu da Casa Brasileira – Programação especial 25 de janeiro

Em comemoração ao aniversário de São Paulo, no dia 25 de janeiro, o Museu da Casa Brasileira tem uma programação especial. Das 10h às 18h, os visitantes poderão visitar as exposições em cartaz, assistir à apresentação da Orquestra Instituto GPA e ainda participar da oficina Casa na Praia, uma homenagem ao compositor Tom Jobim.

A exposição A Casa e a Cidade – Coleção Crespi Prado possibilita compreender as transformações urbanas da cidade de São Paulo na primeira metade do século 20. A oficina Casa na Praia propõe que adultos e crianças se divirtam em atividades típicas de praia, tais como: frescobol, peteca, frisbee, esguicho, banho de sol e esculturas de areia.

O quê?
Museu da Casa Brasileira

Onde?
Av. Brig. Faria Lima, 2.705 – São Paulo/SP

Quando?
25 de janeiro, das 10h às 18h.

Quanto?
Entrada gratuita
Visitação ao museu: R$ 15 e R$ 7,50 (meia-entrada)

Catavento Cultural

O Museu Catavento tem gestão da Organização Social de Cultura Catavento Cultural e Educacional e está ligado à Secretaria de Estado da Cultura.

Foi criado com o objetivo de apresentar a ciência de forma instigante para crianças, jovens e adultos em um espaço interativo. Inaugurado em 2009, o Museu Catavento já recebeu um grande número de visitantes, atingindo a marca de dois milhões e meio de pessoas em seus primeiros seis anos de operação; foi o museu mais visitado do Estado de São Paulo por três anos consecutivos.

Divide-se em duas partes: exposições permanentes e atividades com senhas. As atividades com senha têm horários marcados e funcionam somente aos fins de semana, férias e feriados; é necessário retirar senha distribuída das 9h às 13h no local, no próprio dia da visita. As exposições permanentes funcionam em quatro grandes áreas, distribuídas pelos três andares do museu: Universo, Vida, Engenho, Sociedade.

O quê?
Catavento Cultural

Onde?
Av. Mercúrio, – Pq. Dom Pedro II, Centro São Paulo-SP

Quando?
Terça a domingo: das 9h às 17h (entrada até 16h)

Quanto?
Entrada: R$ 10
Meia-entrada: R$ 5

Jardim Botânico de São Paulo

O Jardim Botânico de São Paulo foi fundado em 1928. O naturalista brasileiro Frederico Carlos Hoehne foi convidado para implantar um projeto de botânica na região da Água Funda, em São Paulo. Ele criou no mesmo ano o Orquidário de São Paulo, um marco inicial do jardim. O espaço foi oficializado dez anos depois, em 1938, com a criação do Departamento de Botânica de São Paulo.

O objetivo é mostrar a importância da natureza e incentivar o cuidado com a biodiversidade. O local possui cerca de 360 mil metros quadrados, abrigando 380 espécies diferentes de árvores e animais, como os tucanos-de-bico-verde, preguiças e bugios.

O quê?
Jardim Botânico de São Paulo

Onde?
Av. Miguel Estefano, 3.031 – Água Funda
São Paulo-SP

Quando?
Terça a domingo e feriados: das 9h às 17h

Quanto?
Estudantes: R$ 5
Público em geral: R$ 10

Natal 2019 no Ibirapuera

Foto: Leon Rodrigues | Secom

O Natal 2019 no Ibirapuera foi inaugurado no dia 30 de novembro e vai até o início de 2020. O visitante vai se encantar com a tradicional árvore de Natal e o espetáculo da fonte luminosa.

A árvore deste ano está decorada com 21 laços de veludo e a iluminação é feita por meio de efeitos luminotécnicos. Com 13,30 metros de diâmetro, a árvore tem 42 m de altura e a estrela do topo tem 7 metros de altura. Ela faz parte do projeto natalino da Coca-Cola e recebe as caravanas iluminadas, com oito caminhões de 13 metros de comprimento, iluminados por umas estrutura de mangueiras de LED e garrafas PET. A caravana visita o local (na entrada do portão 10 do Ibirapuera) aos fins de semana.

A fonte luminosa apresenta um espetáculo que mistura um jogo de imagens sobre a cortina criada a partir do movimento das águas, isso tudo em sintonia com uma trilha sonora especial; também fazem parte do show lâmpadas de LED instaladas em todas as árvores ao redor do lago. Os espetáculos têm duração de 20 minutos e são apresentados todos os dias, em três horários: 20h, 20h30 e 21h.

Nos dias 30 de novembro, 7, 14 e 21 de dezembro, há apresentação do coral com clássicos natalinos no corpo da estrutura.

A novidade é uma área reservada aos deficientes físicos, com audiodescrição e tradução na linguagem de libras.

O quê?
Natal 2019 no Ibirapuera

Onde?
Parque do Ibirapuera e arredores

Quando?
De 30/11/2019 a 6/1/2020

Confira mais informações:
https://caravanasdenatalcocacola.com.br/

https://fonteeloibirapuera.com.br/?gclid=CjwKCAiAis3vBRBdEiwAHXB29BL368Sh8H_GjzM-XcmXJbmdDracp58eNU6yHEUZ2DfZnEASZWlVSxoCkp4QAvD_BwE

Thermas dos Laranjais

O Thermas dos Laranjais é o parque aquático mais visitado do Brasil e da América Latina e o quarto mais visitado em todo o mundo.

Localizado na Estância Turística de Olímpia, a 438 quilômetros da capital paulista, possui mais de 55 atrações, a maioria com águas quentes circulantes. Muitas de suas atrações são exclusivas e patenteadas, como toboáguas, piscina de surf 180°, praias com ondas e rio lento com algumas corredeiras. Destacam-se também a montanha-russa aquática e o gigante Lendário, um toboágua com cinco pistas onde o visitante perde o chão a 28 metros de altura.

O parque funciona 365 dias por ano e tem capacidade para receber até 20 mil pessoas por dia. São 32 lanchonetes e restaurantes, vestiários e armários. Todas as atrações têm o suporte de monitores e salva-vidas.

O quê?
Thermas dos Laranjais

Onde?
Av. do Folclore, 1.543 – Olímpia-SP

Quando?
Todos os dias, das 8h às 20h.

Mirante do Sesc Av. Paulista

No Mirante do Sesc Av. Paulista, é possível apreciar a vista privilegiada da Avenida Paulista a mais de 60 m de altura. No caminho para o mirante, é possível apreciar um café ou outros itens do variado cardápio do Café, também pode ser observada a horta, onde são cultivadas hortaliças, ervas e temperos.

O quê?
Mirane do Sesc Avenida Paulista

Onde?
Avenida Paulista, 119 – Bela Vista

Quando?
Terça a sábado: das 10h às 21h30 (permanência até 22h)
Domingos e feriados: 11h às 18h30 (permanência até 19h)

Quanto?
Entrada gratuita

Rota do Café – O ouro verde de Santos

O café tem papel muito importante na cidade de Santos: gerou riqueza e progresso para o lugar, alterou costumes, melhorou a qualidade de vida e foi o responsável pela construção da primeira ferrovia, que mudou a arquitetura e proporcionou novos caminhos históricos.

Desde o século 19, Santos é o maior exportador de café do mundo. Dessa forma, possui marcos do produto, sejam eles materiais ou não. As referências estão presentes no dia a dia do santista, no aroma do café torrado que paira no ar, no traçado urbano e nas edificações.

Na Rota do Café, o visitante vai conhecer as Ruas do Comércio e XV de Novembro, a Bolsa Official de Café (Museu do Café), o Rei do Café – a mais tradicional casa de torrefação e moagem de Santos, a Casa da Frontaria Azulejada – que no passado facilitava o processo de carga e descarga das mercadorias desembarcadas no porto, a Estação do Valongo, o Bonde Café e a Pinacoteca Benedicto Calixto.

Consulte algumas agências que realizam os passeios da Rota do Café:

Caiçara Expedições: https://caicaraexpedicoes.com/pagina-info/233/rota-do-cafe-o-ouro-verde-de-santos-sp

Parceiros do Turismo: http://parceirosdoturismo.com.br/passeios-tematicos/roteiros-sobre-o-cafe-em-santos

Roteiro da fé: conheça mais sobre os caminhos que levam à Aparecida, cidade da padroeira do Brasil

O Brasil é realmente um país cheio de encantos! Lindas paisagens e destinos cheios de natureza e clima tropical, mas oferece também conhecimento cultural e lindas histórias de fé e religiosidade. A dica de viagem de hoje é Aparecida, o maior centro de peregrinação religiosa da América Latina.

A história da cidade está ligada ao encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, no rio Paraíba do Sul, por pescadores há cerca de 300 anos. O dia de comemoração desse importante marco para os fiéis e para a Igreja Católica se aproxima: no dia 12 de outubro, é feriado nacional e muitos religiosos aproveitam essa data para visitar a cidade, pagar promessas e fazer suas orações, mas muitas pessoas aproveitam o feriado para juntar a família e viajar.

A Catedral Nacional de Aparecida é antes de tudo uma grande construção de características arquitetônicas impressionantes, que chama a atenção de todas as pessoas que passam por ali, afinal de contas, essa é a segunda maior basílica mariano do mundo, perde apenas para a Igreja Basílica de São Pedro, no Vaticano.

Cada pedacinho da cidade de Aparecida oferece um espaço ligado à fé e às características da religião católica, mas não é só isso, na cidade, pode-se passear de teleférico, que liga a parte mais baixa da cidade a parte alta, onde fica a antiga basílica de Aparecida, construída em 1745 em estilo barroco.

Muitas pessoas costumam chegar até a cidade por meio do Caminho da Fé, peregrinação de 497 km cruzando parte da Serra da Mantiqueira, passando por 39 cidades, ligando Águas da Prata/SP e Aparecida/SP, utilizando meios de transportes variados, desde cavalos, bicicletas ou mesmo a pé; há alguns sites que ajudam na elaboração do roteiro.
Para quem deseja ir no mês de outubro, recomenda-se bastante planejamento, e o mais antecipado possível, visto que muitos peregrinos visitam a cidade neste mês, em razão das comemorações de 12 de outubro. Hotéis e pousadas podem ser encontrados com facilidade por toda a cidade, para todos os gostos e bolsos.

Independentemente de religiões ou crenças, visitar a cidade de Aparecida é uma experiência indescritível e vale a pena dar uma passada por lá!