A Forma da água

O diretor Guillermo del Toro é conhecido e aclamado por suas obras que unem a relação entre dois seres distintos e uma mensagem embutida. E em A Forma da Água, não foi diferente! O filme foi o grande ganhador da categoria “Melhor Filme”, no Oscar deste ano.

Na trama, que se passa no ano de 1960, período da Guerra Fria, o agente federal Strickland (Michael Shannon) descobre e captura uma criatura estranha (Doug Jones), que é parte anfíbia e parte humana, e a leva até uma base secreta para ser estudada. Elisa Espozito (Sally Hawkins) é uma faxineira muda que trabalha no local e que acaba se afeiçoando pela criatura, e dessa forma, nasce um grande sentimento.

A obra trata de assuntos que até hoje são pautas no cotidiano, como o racismo, a homofobia, a misoginia e o machismo, além de trazer também um fortalecimento à luta pelos direitos civis.

Anúncios

Quem quer ser um milionário?

Hoje falaremos de um filme que fez muito sucesso, a obra “Quem quer ser um milionário?”, do diretor Danny Boyle. O filme teve 10 indicações ao Oscar e levou o prêmio em 8, dentre elas melhor filme, melhor diretor, melhor trilha sonora e melhor canção por “Jai Ho”.

Quem quer ser um milionário conta a história de Dev Patel (Jamal K. Malik), um garoto que trabalha servindo chá em uma empresa de telemarketing. Assim, ele decide participar do programa televisivo “Quem quer ser um milionário?”, espécie de Show do Milhão indiano. Dessa maneira, ele consegue responder cada questão do jogo relembrando uma situação de sua vida.

O filme possui muitas cenas comoventes, intrigantes e que despertam diferentes sensações ao espectador. Uma delas, é a cena em que crianças pedintes são cegadas para que adultos lucrem com isso.

Esta é uma obra que vale a pena ser assistida!

Spotlight – Segredos Revelados

No último domingo, o filme Spotlight – Segredos Revelados levou o Oscar na categoria de melhor filme. A obra é baseada em um caso real, acontecido em 2000, com jornalistas do Boston Globe. O caso retratado no filme ganhou o prêmio Pulitzer, principal prêmio do jornalismo, da literatura e da composição musical.

O drama mostrou a história de um grupo de jornalistas do Boston Globe que em 2000 investigou vários casos de abusos de crianças por parte de padres católicos e conseguiu prová-los por meio de documentos. Em vez de puni-los, a igreja encobertava os casos e transferia os padres de suas regiões.

Para interpretar melhor, atores como Michael Keaton, Rachel McAdams e Mark Ruffalo estudaram, conversaram e investigaram a vida dos jornalistas do caso.

Vale a pena conferir:

Oscar 2016

No próximo dia 28, o prêmio mais esperado e glamouroso do cinema vai acontecer. Vem aí o Oscar 2016! O prêmio é divido em 24 categorias e algumas delas são: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Animação e Canção Original. Confira a lista completa no fim do texto.

Concorrendo em 12 categorias, o filme O Regresso é a grande aposta deste ano. Mad Max: Estrada da Fúria não fica longe, indicado à 10 categorias. Ambos concorrem entre si como Melhor Filme. O Brasil também não fica de fora e concorre com o filme O menino e o mundo, de Alê Abreu, na categoria Melhor Animação. Além disso, cinco dos filmes indicados ao Oscar foram baseados em fatos reais.

A cerimônia de entrega das estatuetas do 88o Academy Awards vai ser transmitida pelos canais TNT às 20h30, E! a partir das 15h30 com a contagem regressiva e pelo canal aberto Globo, após o Big Brother Brasil.

Será que dessa vez o Leonardo di Caprio consegue ganhar? Só assistindo para saber!

Veja a lista de indicados ao Oscar 2016:

Melhor filme
“A grande aposta”
“Ponte dos espiões”
“Brooklyn”
“Mad Max: Estrada da fúria”
“Perdido em Marte”
“O regresso”
“O quarto de Jack”
“Spotlight: Segredos revelados”

Melhor ator
Bryan Cranston (“Trumbo”)
Matt Damon (“Perdido em Marte”)
Leonardo DiCaprio (“O regresso”)
Michael Fassbender (“Steve Jobs”)
Eddie Redmayne (“A garota dinamarquesa”)

Melhor atriz
Cate Blanchett (“Carol”)
Brie Larson (“O quarto de Jack”)
Jennifer Lawrence (“Joy”)
Charlotte Rampling (“45 anos”)
Saoirse Ronan (“Brooklyn”)

Melhor diretor
Alejandro G. Iñárritu (“O regresso”)
Tom McCarthy (“Spotlight: Segredos revelados”)
George Miller (“Mad Max: Estrada da fúria”)
Adam McKay (“A grande aposta”)
Lenny Abrahamson (“O quarto de Jack”)

Melhor animação
“Anomalisa”
“O menino e o mundo”
“Divertida mente”
“Shaun, o carneiro”
“As memórias de Marnie”

Melhor filme estrangeiro
“Embrace of the Serpent” (Colômbia)
“Cinco graças” (França)
“O filho de Saul” (Hungria)
“Theeb” (Jordânia)
“A war” (Dinamarca)

Melhor trilha sonora
“Ponte dos espiões”
“Carol”
“Os 8 odiados”
“Sicario”
“Star Wars: O despertar da força”

Melhor roteiro adaptado
“A grande aposta”
“Brooklyn”
“Carol”
“Perdido em Marte”
“O quarto de Jack”

Melhor roteiro original
“Ponte dos espiões”
“Ex Machina”
“Divertida mente”
“Spotlight: Segredos revelados”
“Straight Outta Compton”

Melhor design de produção
“Ponte dos espiões”
“A garota dinamarquesa”
“Mad Max: Estrada da fúria”
“Perdido em Marte”
“O regresso”

Melhor fotografia
“Carol”
“Os oito odiados”
“Mad Max: Estrada da fúria”
“O regresso”
“Sicario”

Melhor figurino
“Carol”
“Cinderela”
“A garota dinamarquesa”
“Mad Max: Estrada da fúria”
“O regresso”

Melhores efeitos visuais
“Ex Machina”
“Mad Max: Estrada da fúria”
“Perdido em Marte”
“O regresso”
“Star Wars: O despertar da força”

Melhor montagem
“A grande aposta”
“Mad Max: Estrada da fúria”
“O regresso”
“Spotlight: Segredos revelados”
“Star Wars: O despertar da força”

Melhor atriz coadjuvante
Jennifer Jason Leigh (“Os 8 odiados”)
Rooney Mara (“Carol”)
Rachel McAdams (“Spotlight: Segredos revelados”)
Alicia Vikander (“A garota dinamarquesa”)
Kate Winslet (“Steve Jobs”)

Melhor ator coadjuvante
Christian Bale (“A grande aposta”)
Tom Hardy (“O regresso”)
Mark Ruffalo (“Spotlight: Segredos revelados”)
Mark Rylance (“Ponte dos espiões”)
Sylvester Stallone (“Creed”)

Melhor edição de som
“Mad Max: Estrada da fúria”
“Perdido em Marte”
“O regresso”
“Sicario”
“Star Wars: O despertar da força”

Melhor mixagem de som
“Ponte dos espiões”
“Mad Max: Estrada da fúria”
“Perdido em Marte”
“O regresso”
“Star Wars: O despertar da força”

Melhor curta de animação
“Bear Story”
“Prologue”
“Sanjay’s Super Team”
“We can’t live without Cosmos”
“World of tomorrow”

Melhor curta de live action
“Ave Maria”
“Day one”
“Everything will be okay (Alles Wird Gut)”
“Shok”
“Stutterer”

Melhor cabelo e maquiagem
“Mad Max”
“The 100-year-old man who climbed out the window and disappeared”
“O regresso”

Melhor documentário
“Amy”
“Cartel Land”
“The look of silence”
“What happened, Miss Simone?”
“Winter on fire: Ukraine’s Fight for Freedom”

Melhor documentário de curta-metragem
“Body team 12”
“Chau, beyond the lines”
“Claude Lanzmann: Spectres of the Shoah”
“A Girl in the River: The Price of forgiveness”
“Last day of freedom”

Melhor canção original
“Earned it”, The Weeknd (“Cinquenta tons de cinza”)
“Manta Ray”, J. Ralph & Antony (“Racing extinction”)
“Simple song #3”, Sumi Jo e Viktoria Mullova (“Youth”)
“Writing’s on the wall”, Sam Smith (“007 contra Spectre”)
“Til it happens to you”, Lady Gaga (“The hunting ground”)

A vida é bela

No ano de 1999, A vida é bela venceu o Oscar de melhor filme estrangeiro. Foi vencedor também na categoria de melhor ator (Roberto Benigni) e melhor trilha sonora. Além disso, foi indicado a mais 4 estatuetas.

O drama acontece durante a Segunda Guerra Mundial, quando o judeu Guido (Roberto Benigni), junto a seu filho, são mandados para um campo de concentração. Na tentativa de evitar que o pequeno perceba quão ruim é a situação que estão passando, o pai faz o filho acreditar que ambos estão participando de um jogo em que aquele que conseguir se esconder mais tempo, ganha mais pontos.

A vida é bela é uma produção italiana de 1997. O filme conquistou o público pelo fato de conseguir tratar de um tema tão marcante, de uma forma leve e sob uma nova perspectiva diante da tragédia do Holocausto. Tirem os lenços do armário, pois a narrativa é de emocionar (e muito) o espectador.