1984

O romance 1984 é uma obra clássica do autor George Orwell, que foi terminado de ser escrito no ano de 1948 e publicado em 1949. Esta é considerada a principal obra do autor por trazer a visão de um regime que controla todas as ações e direitos dos indivíduos. Muitos termos utilizados, como “Big Brother”, “duplipensar” e “Novilíngua” foram inseridos no linguajar popular.

No livro, Winston é um homem que vive sob o domínio de um regime totalitário em uma sociedade controlada pelo Estado, em um lugar chamado Oceânia. Ninguém escapa da vigilância do “Grande Irmão”, que representa todo o poder centralizado. O´Brien é o hierarca do Partido, o partido dominante do local, e ele explica a Winston que o interesse é somente o poder, não o luxo, não a riqueza, mas o poder puro. Dessa forma, Winston passa a não se contentar mais com aquilo que é imposto e a se questionar. Mas em um ambiente totalmente controlado, os questionamentos podem gerar consequências graves.

Para muitas pessoas, 1984 é uma clara crítica ao governo Stanilista da União Soviética, já para outras pessoas, não é uma crítica direcionada a apenas um governo, mas sim à cobiça pelo poder, que muitas vezes está enraizada nos seres humanos.

Anúncios