Exposição Frida Kahlo

O Instituto Tomie Ohtake vai receber até o dia 10 de janeiro a exposição Frida Kahlo – conexões entre mulheres surrealistas no México”. O local, que já foi sede para exposições como a de Salvador Dalí e Joan Mirfrida_kahlo-4-404x600ó, hospeda 20 obras da famosa artista mexicana.

Os ingressos para a exposição estão divididos em quatro períodos de visitação, são eles: das 11h as 13h; das 13h as 15h, das 15h as 17h e das 17h as 19h. Após seu período em São Paulo, o evento segue para Rio de Janeiro, em seguida para Brasília.

Frida é considerada uma artista surrealista, apesar de negar esse título. A artista dizia que não tirava inspiração para suas obras de sonhos, mas de suas próprias realidades. Suas influências vêm da arte folclórica indígena mexicana, cultura asteca, tradição artística europeia, marxismo e movimentos artísticos da vanguarda.

Quanto: R$ 10,00 inteira, R$ 5,00 meia entrada. Gratuito às terças-feiras.

Onde: Instituto Tomie Ohtake, Rua dos Coropés, 88 Pinheiros – Oeste (Próximo a estação Faria Lima do metrô)

Data: Até o dia 10 de janeiro

De terça a domingo, das 11h as 20h.

Anúncios

Arte da França: de Delacroix à Cézanne

eugene-delacroix-o-verao---diana-surpreendida-por-acteao-1856-1863-oleo-sobre-tela-198-x-1665-cm-1436999653659_956x500Arte da França: de Delacroix à Cézanne trouxe o mais importante acervo de obras do Hemisfério Sul para o MASP. Artistas como Monet, Degas, Van Gogh, Picasso, Renoir, Manet e Léger, além dos citados no título, têm suas obras exibidas ao público.

A exposição, que vai até o dia 8 de novembro, deu preferência a obras que possuem o conjunto completo do acervo. Elas estão expostas logo na entrada do MASP para convidar o público a viajar do século XVIII ao século XX.

Arquivos históricos como doações, aquisições, convites, folhetos de exposições, jornais e revistas que relembram o passado do museu.

Ingressos:cezanne
R$25,00 (entrada); R$12,00 (meia-entrada)
O MASP tem entrada gratuita às terças-feiras, durante o dia todo, e às quintas-feiras, a partir das 17h.

Local: primeiro andar do MASP
Endereço: Avenida Paulista, 1578, São Paulo, SP
Horários: terça a domingo: 10h às 18h (bilheteria aberta até as 17h30); Quinta-feira: 10h às 20h (bilheteria até 19h30)

Giovanni Zanchetta

12092493_881969288556381_69631626_nGiovanni Zanchetta, filho do associado Eric Zanchetta, é um artista mirim de apenas 8 anos.

Seus trabalhos artísticos ilustram personagens cômicos de animações e histórias em quadrinhos em situações bem humoradas.

Em sua primeira obra em tela, (primeira à dir.) Giovanni optou por pintar o imaginário de Cebolinha, uma das figuras mais amadas da Turma da Mônica.

Palestras Gratuitas sobre História da Arte no MASP

Palestras sobre História da Arte serão oferecidas ao longo do segundo semestre. As palestras acontecerão uma vez por mês, aos sábados, no MASP e serão gratuitas. Essa é uma parceria do MASP com o Departamento de História da Arte na Universidade Federal de São Paulo (IFSP).

As palestras acontecerão nos dias 12 de setembro, 3 de outubro, 14 de novembro e 12 de dezembro, das 11h às 13h. Não é necessário inscrição prévia, mas as senhas serão distribuídas às 10h nos dias dos eventos.

As palestras são: 

O retrato na pintura italiana do renascimento: Florença e Veneza
Palestrante: Cássio Fernandes
12 de setembro

Arte da França dos séculos XVIII e XIX
Palestrante: Elaine Dias
3 de outubro

León Ferrari em São Paulo
Palestrante: Virgínia Gil
14 de novembro

Arte no Brasil: histórias e(m) construção
Palestrante: Letícia Squeff
12 de dezembro

Kandinsky: tudo começa num ponto

Até o dia 29 de setembro, o Centro Cultural do Banco do Brasil recebe a exposição Kandinsky: tudo começa num ponto. A mostra traz informações e objetos sobre a vida e as obras de Wassily Kandinsky, precursor do abstracionismo, assim como os artistas que o influenciaram. O horário de funcionamento é de quarta a sábado das 9h às 21h e a entrada é gratuita.150px-Vassily-Kandinsky

Ao todo, 153 obras e objetos vindos do Museu Estatal Russo de São Petersburgo, do Museu da Rússia e de coleções oriundas da Alemanha, Áustria, Inglaterra e França. A curadoria é por conta de Evgenia Petrova e Joseph Kiblitsky, que já trouxeram a exposição outras vezes para São Paulo, Belo Horizonte, Distrito Federal, entre outras regiões do Brasil.

Kandinsky foi o artista plástico responsável por produzir a primeira tela abstrata no ocidente. Suas influências vem do impressionismo, mais especificamente de uma obra em que Monet retrata um monte de feno.

Centro Cultural do Banco do Brasil

Até 29 de setembro

Quarta a sábado – das 9h às 21h

Gratuita

final do texto