Museu Dançante

A exposição Museu Dançante foi prorrogada! Os visitantes terão até dia 21 de junho para conferir, no Museu de Arte Moderna de São Paulo, as 38 obras do acervo em conjunto com a interação performática feita pelos bailarinos da São Paulo Companhia de Dança.

As obras expostas pela Grande Sala foram selecionadas de acordo com seu potencial de interação. A gravidade, o desequilíbrio e a flutuação são aspectos trabalhados pelos dançarinos em sua coreografia contagiante. O público é convidado a se juntar à dança e compor movimentos que exploram o corpo humano.

Nos dias em que a SPCD não se apresenta, o MAM exibe vídeos da performance e documentários sobre a produção artística da dança no Brasil.

    • Exposição: Museu Dançante
    • Datas: 27/01 a 21/06
    • Horários: terça a domingo, das 10h às 18h
    • Endereço: Parque Ibirapuera, Portão 3 – São Paulo-SP
  • Apresentação: São Paulo Companhia de Dança no Museu Dançante
  • Datas e horários
  • 25/04, 29/04, 05/05, 13/05, 30/05 e 06/06: 12h30 às 13h00 e 14h30 às 15h00
  • 01/05 e 13/06: 12h30 às 13h00
Anúncios

[•REC]

O filme de terror/suspense espanhol, lançado em 2007, causou medo e espanto na plateia de cinemas de todo o mundo com muitos sustos e momentos de ansiedade extrema. Anos depois, a Fox Searchlight comprou todos os direitos internacionais da franquia e lançou mais três continuações: REC 2: Possuídos, REC 3: Gênesis e REC 4: Apocalipse. O longa também originou remakes norte-americanos com o nome de Quarentena.

A história começa com a repórter Ángela Vidal e seu cinegrafista Paolo filmando a rotina noturna dos bombeiros de Barcelona pro programa de TV Enquanto você dorme. Ao receber um chamado, a equipe se dirige a um condomínio cujos gritos de uma senhora presa em seu apartamento estão causando estresse e medo entre os condôminos. Quando arrombam a porta, percebem que o caso é mais grave do que esperavam.

Assim como o Bruxa de Blair, o shaky camera pode causar enjoo no começo, mas a partir de que os acontecimentos vão se desenrolando, o efeito é outro: você não consegue parar de olhar e fica intrigado/aterrorizado com o que a câmera não mostra. Para quem adora filmes de terror, esse é imperdível!

tumblr_mv9ol04uGB1swh3svo1_500

Agnaldo Rayol

A imagem escolhida para esta semana foi uma foto tirada em 1983 no Baile de Aniversário do Satélite.

Na comemoração do 48º ano do Clube, o cantor romântico Agnaldo Rayol, uma das vozes mais consagradas do Brasil, encantou os associados com sua voz afinada e palavras de amor.

Restaurant Week

Essa é sua última chance de aproveitar a 16ª edição do Restaurant Week paulistano. Até domingo, 19 de abril, 204 estabelecimentos gastronômicos de diversas especialidades e regiões servem refeições completas a um preço único.

Há 20 anos, o Restaurant Week surgiu em Nova York com o intuito de democratizar a boa gastronomia. Hoje, presente em mais de 100 países, é considerado o maior evento gastronômico do mundo. No Brasil, ele acontece duas vezes ao ano nas principais capitais do país.

Com um preço fixo de R$38,90 no almoço e R$50,90 no jantar, você tem direito a uma entrada, um prato principal e uma sobremesa. Para ajudá-lo a escolher o estabelecimento, restaurantes que aderiram a essa edição do RW disponibilizam os quatro menus oferecidos (duas opções de almoço e duas de jantar) no site oficial do evento. Alguns até viabilizam a reserva de mesas e a entrada de animais de estimação.

Este ano, a cada pedido RW, 1 real será revertido em doação à Fundação Cafu. Aproveite essa chance e deguste as saborosas especialidades de São Paulo!

Velozes e Furiosos 7 (2015)

Sétimo filme da franquia iniciada em 2001, Velozes e Furiosos 7 chegou às telonas cheio de expectativas. Não só pelo próprio enredo, que conquistou milhões de fãs pelo mundo, mas pelo modo em que Paul Walker (Brian O’Connor), morto em um acidente em 2014, teria seu personagem retratado no filme.

A história começa após a missão em que Toretto (Vin Diesel) e cia conseguem desmembrar uma quadrilha internacional, em uma frenética perseguição pela Europa – não sem antes deixar um rastro de destruição, com direito a uma batalha contra um tanque de guerra. Quando a família estava toda reunida e, aparentemente, levariam vidas normais e com fichas policiais limpas, o passado volta a persegui-los e eles terão que enfrentar um adversário duro, impiedoso e com sede de vingança.

“Desta vez não basta ser rápido”

Muita ação, carros velozes, perseguições e tiroteios fazem de Velozes e Furiosos 7 um dos mais esperados filmes de 2015. Em cartaz há duas semanas, o longa já atingiu US$ 800 milhões de bilheteria, superando Velozes e Furiosos 6, que arrecadou US$ 788 milhões. Somente no final de semana da estreia, no Brasil, a franquia atingiu R$36,9 milhões. Não é difícil de acreditar que, em breve, a marca de 1 bilhão de dólares de faturamento será superada.

 

80 anos com o Satélite

IMG_6287Associado desde 1964, Manoel Pardo Simione é uma Memória Viva do Satélite. Vivenciou grandes mudanças ao longo de sua trajetória e, assim como o Clube, completa 80 anos de idade em 2015.

Manoel é de uma época em que não existiam estradas que chegassem à unidade de Itanhaém, ele e outros tantos associados tinham que ir pela praia e dependiam da maré do mar para chegar na sede e voltar pra casa.

“O Satélite, para nós, associados, é muito importante. Tem um significado único, como um clube de funcionários. Quando nos associamos, tinha somente um barracão aqui na sede. Por conta do Satélite, Itanhaém virou referência de praia para muitos funcionários do Banco. Pra mim, o Satélite é um projeto vencedor!” – Manoel Pardo Simione

*Manoel Pardo Simione foi um dos homenageados na abertura da mostra Memória Viva que ocorreu dia 11/04 no Espaço Cultural de Itanhaém

O Cortiço (1890)

Leitura obrigatória em diversos vestibulares, o clássico de Aluísio Azevedo é um acervo nu e cru do cotidiano dos cortiços cariocas do século XIX. O Cortiço é considerado a principal obra do Naturalismo brasileiro, movimento que começou na França e que tem como característica a abordagem de temas de denúncia como a miséria, o racismo, a exploração sexual, entre outros.

O livro começa com a história de João Romão, um português ambicioso que, com a ajuda de sua amante trabalhadora, a ex-escrava Bertoleza, começa a construir pequenos barracos. Assim como a ganância de João Romão, a procura pelo espaço era tamanha que seu pequeno empreendimento se tornou um dos maiores cortiços do Rio de Janeiro.

A obra sustenta a ideia naturalista de que o meio é determinante: ele muda o caráter das pessoas. O cortiço, por abrigar todos os problemas que um ambiente precário e marginalizado enfrenta, transforma seus habitantes que deixam de lado seus princípios morais para dar espaço aos seus desejos e necessidades.

*capa da edição da editora Martin Claret