Campos do Jordão

O projeto da construção de Campos do Jordão teve início em maio de 1996 e se dividiu em três fases: terraplanagem e estaqueamento; construção do prédio principal; e instalação dos sistemas elétrico, hidráulico, esquadrias, calefação, revestimentos, acabamentos e pintura, e construção de duas subestações para os transformadores e para a central de caldeiras.

O último passo foi o famoso paisagismo da unidade, com colocação de gramado, acertos dos taludes, proteção do sistema de dreno e posterior introdução de plantas nativas. Após quatro anos, ficou pronta a sede serrana do Satélite Esporte Clube, que teve seu churrasco inaugural no dia 1º de julho de 2000.

Cerca de 80 mil pessoas passam pela unidade de Campos todos os anos. Ela é bem avaliada no TripAdvisor e recebe grandes elogios de associados a cada temporada.

Anúncios

Woolfest

O 1º Festival de Lã de Campos do Jordão acontece nos dois últimos fins de semana deste mês. Com acesso gratuito, o Woolfest busca promover o turismo local que se prepara para o começo de temporada, ao mesmo tempo que ajuda a comunidade a resgatar a tradição da prática no município.

O Woolfest contará com uma programação recheada de atrações culturais. Os mais aguardados são as oficinas de tricô e crochê, que serão oferecidas na parte da manhã, e os desfiles de máscaras de lã, que acontecerão nas noites de sábado.

Durante as tardes de sábado, tricoteiras e crocheteiras se encontrarão com o objetivo de produzir uma colcha de lã gigante. O evento ainda contará com shows artísticos todos os dias e estandes de venda de artigos de lã e produtos revestidos com o material.

  • Evento: Woolfest (Festival da Lã)
  • Datas: 22/05 a 24/05 e 29/05 a 31/05
  • Endereço: Praça São Benedito (Vila Capivari) – Rua Engenheiro Diogo José de Carvalho – Campos do Jordão-SP
  • Entrada: Gratuita

Branca de Neve e os Sete Anões (1937)

A Disney estreia No olhar do Satélite com o clássico dos clássicos. Branca de Neve e os Sete Anões (“Snow White and the Seven Dwarfs”) é uma adaptação de um conto de fadas dos Irmãos Grimm publicado em 1812. Esse foi o primeiro filme em cores produzido pelos Estúdios Disney, a obra-prima que deu origem ao padrão Disney de contar fábulas.

Era uma vez uma vaidosa rainha que queria ser a mais bela de todas. Todos os dias, ela perguntava para seu espelho mágico “Espelho, espelho meu, existe no mundo alguém mais bela do que eu?”. O espelho, que nunca mente, respondeu, certo dia, que Branca de Neve era a mais bela. A rainha, madrasta da Branca de Neve, enfurecida de inveja, decide assassiná-la.

Para quem nunca viu Branca de Neve e os Sete Anões ou até para aqueles que só assistiram quando crianças, o longa-metragem lhe trará uma experiência mágica. É um resgate a todas as referências que se tornariam clássicas de filmes da Walt Disney Produções.

Crônica: Você Gosta de Amora ?

Saulo Soares Monteiro de Carvalho

Vou contar ao seu pai que você namora? Não, não contarei. Eu prometo. Enfim, somos cúmplices confidentes!

Com o passar dos anos e o preço da maça argentina, a amora, definitivamente, é o fruto proibido, pecaminoso. Ainda que de um pecado mais parecido com o perdão.

Aqui em casa tem uma amoreira no quintal. Amoreira de frutas pequenas e doces, tais como as lembranças da minha infância. Nos meus tempos de menino era frondosa e gratuita como uma mãe! Dava balanço, destemor das alturas e passarinhos.

Estamos no princípio da primavera, um domingo, e eu acho que vai chover. O som da chuva escorre pelas alhas da Matriz. é de embalar qualquer um! Minha amoreira está envelhecida, coberta de erva de passarinho mas, mesma assim, o chão ao seu redor está ruborizado. O chão do chão, o chão da casa, o chão do meu peito.

Os moleques não roubam mais amoras, não pedem, não sobem, nem descem. Aquele segredinho risonho que liga a amora ao amor, ao namoro, não enchem os olhos dos garotos de hoje, não macha suas roupas nem suja os seus dentes com o doce batom.

Seria amora o feminino do amor? Não sei. Agora chove e o som da chuva mai me parece uma caixinha de música, daquelas com bailarinas de rotação e translação. Minha amoreira, minha bailarina de purpurina vermelha, de sapatilhas encravadas na terra, de movimentos suaves á brisa e condizentes com meus olhos!

Tu gosta de mim e dos meus frutos, amoreira da minha vida? Então, façamos um trato: não contes ao meu pai que eu namoro, que eu não conto ao teu que fazes poesia!


Saulo Soares Monteiro de Carvalho é bancário, nasceu em 24 de abril de 1968 em Piraí (RJ), cidade onde vive.

O Futuro da Humanidade

Augusto Cury, considerado pelo jornal Folha de São Paulo o autor brasileiro mais lido da década, presenteia-nos com seu primeiro romance, O Futuro da Humanidade. Publicado em 2005, a obra chegou para contradizer quem tachava Cury como “um simples autor de autoajuda”.

O Futuro da Humanidade conta a trajetória do irreverente Marco Polo, um estudante de medicina que adora questionar e se indigna com a insensibilidade e a falta de respeito dos professores em relação aos pacientes com transtornos psíquicos, que são marginalizados e tratados como se não tivessem identidade.

Em sua primeira aula de anatomia, indaga ao professor a história dos corpos do laboratório – quem são eles, suas trajetórias, quais foram suas dores – e diante da chacota da turma e seu mestre, resolve investigar a vida desses “indigentes”, descobrindo que um dos corpos foi entregue na universidade por um mendigo chamado Falcão, dizendo que o falecido se chamava Poeta da Vida.

Marco vai ao encontro de Falcão e vê que por debaixo da sujeira existe um homem com personalidade forte, cheio de ensinamentos, simplicidade e humildade. Acreditando na força do diálogo e da psicologia, Marco acaba causando uma verdadeira revolução nas mentes e nos corações das pessoas com quem convive.

Semana dos Aposentados

A I Semana dos Aposentados do Satélite Esporte Clube aconteceu entre novembro e dezembro de 1999. O público mais maduro da entidade pode desfrutar de muito lazer e interatividade, com música ao vivo, jantares temáticos, show de talentos e atividades para todos os gostos.

Este ano, a tradicional Semana dos Aposentados virou Encontro de Amigos! Agora, ela é mais enxuta e conta com uma programação voltada para todas as idades.

Bienal Internacional do Graffiti

Mais de 60 artistas, brasileiros e estrangeiros, celebram a arte de rua na 3ª Bienal Internacional Graffiti Fine Art em São Paulo. Diferentemente das duas edições anteriores, a mostra deste ano se situa no amplo espaço de 11 mil metros quadrados do Pavilhão das Culturas Brasileiras no Parque do Ibirapuera.

A Bienal do Graffiti foi a exposição mais visitada em 2013, com um público de mais de 60 mil pessoas. Desde então, houve um grande crescimento no número de artistas participantes do mundo todo, tanto quanto, na diversidade das obras. Além de murais e quadros pintados, instalações, esculturas e videoarte são algumas das diferentes formas de expressão artística expostas na Bienal.

  • Exposição: 3ª Bienal Internacional Graffiti Fine Art
  • Datas: 18/04 a 19/05 (de terça a domingo)
  • Horários: 10h às 21h (terça), 10h às 18h (quarta a domingo)
  • Endereço: Parque do Ibirapuera – Rua Pedro Álvares Cabral – São Paulo-SP
  • Entrada: gratuita